Baiano é 1º brasileiro a levar prêmio mundial de fotografia da Sony: ‘sem acreditar’

variedades
12.09.2020, 21:45:15
Atualizado: 12.09.2020, 22:23:29
Ensaio 'Afrocentrípeta' foi um dos vencedores do National Awards, do Sony World Photography Awards (Foto: Matheus L8)

Baiano é 1º brasileiro a levar prêmio mundial de fotografia da Sony: ‘sem acreditar’

Com ‘Afrocentrípeta’, Matheus Leite se destacou em competição que reuniu mais de 190 mil imagens 

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O fotógrafo baiano Matheus Leite, mais conhecido como Matheus L8 (@matheusl8), foi um dos vencedores na premiação National Awards, iniciativa criada dentro do concurso Sony World Photography Awards para celebrar o talento fotográfico local e regional em todo o mundo. Esta é a primeira vez que um fotógrafo brasileiro vence a disputada competição. 

O programa, que está sua nona edição, já deu exposição para mais de 500 fotógrafos em diversos países. Morador do bairro do Bonfim, em Salvador, onde nasceu e foi criado, Matheus trabalha com fotografia desde 2015 e cria reflexões sobre como é ser negro(a) no Brasil e no mundo. 

Foto: Matheus L8

Dentro dessa proposta também estava a fotografia batizada de “Afrocentrípeta” (ao lado), que se destacou ao trazer uma metáfora sobre a complicada história do Brasil envolvendo a escravidão. 

“Essa foto simboliza a etapa de construção de laços e de uma identidade comum, pois foi dentro dessa conjuntura brasileira que os povos negros construíram uma união e identidade coletiva para sobreviverem à escravidão”, explicou ele, ao defender seu trabalho junto à Sony.

Ao CORREIO, neste sábado (12), Matheus relembrou o momento em que recebeu a grande notícia e como contou a boa nova para a família.

“Soube por um e-mail da Sony World, em inglês. Meu inglês é amador, então, imaginei que 'winner' seria algo como 'só em participar, você é um vencedor', mas aí eu joguei no tradutor, pra ter certeza, e fiquei incrédulo, eufórico, sem acreditar que tava rolando isso”, destacou o fotógrafo, que também tem uma carreira musical com o codinome Xauim, na qual também trabalha com fotografia (clique aqui para ver reportagem sobre esse trabalho).

Raillan Santana e Uoston di Alcantara foram os modelos do ensaio (Foto: Matheus L8)

Em busca da primeira exposição
Como prêmio, o fotógrafo vai receber a câmera Sony Alpha 7 III (que possui um novo sensor de imagem retroiluminado) e terá seu trabalho exibido na exposição “Sony World Photography Awards”, no palácio Somerset House, em Londres, programada para o final deste ano. Essa será a primeira vez que Matheus terá suas fotos numa exposição.

“A gente sempre almeja que nosso trabalho alcance as pessoas, e a gente tem várias mídias e formatos para passar essa sensação. Exposição é uma delas. Você ver a foto impressa, grandona, que é muito diferente de ver no celular... Eu não sei o que é isso ainda, nunca fiz exposição, mas estou aberto a propostas”, diz ele, que aguarda convites.

Por ora, o momento é de comemoração, mas sem aglomeração. “Houve uma efusividade distante, mas quem sabe no ano que vem eu comemore esse feito com os amigos e especialmente com as amizades que participaram do ensaio, apostaram nessa minha ideia e fizeram acontecer junto comigo”, comenta Matheus, que teve o auxílio no trabalho, realizado nas dunas de Diogo, no Litoral Norte, de Raillan Santana e Uoston di Alcantara, como modelos; Sofia Costa, no figurino; e Lucas Oliveira como assistente.

Confira mais fotos do ensaio.

(Foto: Matheus L8)
(Foto: Matheus L8)
(Foto: Matheus L8)
(Foto: Matheus L8)
(Foto: Matheus L8)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas