Bailarina é achada morta com sinal de violência sexual no Paraná

brasil
27.01.2020, 22:33:57
Atualizado: 27.01.2020, 22:46:31

Bailarina é achada morta com sinal de violência sexual no Paraná

Corpo de jovem foi encontrado pela própria irmã em trilha perto de cachoeira

O corpo de uma bailarina foi achado no domingo (26) na área rural da cidade de Mandaguari, no Paraná. Maria Glória Poltronieri Borges, 25 anos, tinha sinais de violência sexual. 

A jovem, que também era estudante universitária, morreu asfixiada, segundo o Instituto Médico Legal de Maringá (IML).

O corpo de Maria Glória foi achado no começo da noite, próximo a uma cachoeira, segundo informação do G1 Paraná. 

(Foto: Reprodução)

A mãe de Maria Glória contou à polícia que levou a jovem até uma chácara que fica perto da cachoeira, no sábado (25). Ela teria ficado lá sozinha. 

Sem conseguir contato com a filha, a mãe voltou no domingo com familiares para procurá-la. Foi a irmã quem achou o corpo da bailarina, em uma trilha a apenas 30 metros da cachoeira.

O delegado Zoroastro Nery do Prado Filho diz que ainda está ouvindo pessoas. Não há suspeitos. "Não podemos descartar nenhuma possibilidade. Assim que possível vamos ouvir os familiares e também pessoas que participaram de um treinamento da Defesa Civil que ocorreu no local no sábado", explica.

O corpo de Maria Glória foi cremado nesta segunda (27).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas