Baixo Sul: Governo prepara licitação para duplicar a BA-001

donaldson gomes
20.12.2019, 04:44:00

Baixo Sul: Governo prepara licitação para duplicar a BA-001


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

No rastro da ponte
No embalo após o leilão do projeto da Ponte Salvador-Itaparica, agora o governo baiano deve lançar em breve a licitação para duplicar a BA-001. A possibilidade de encurtar o tempo de viagem e tornar mais seguro o trajeto entre Salvador e a região que tem algumas das mais belas praias do país é muito bem vista por quem tem empreendimentos turísticos na região. No caso da ponte, o único consórcio, formado pelas gigantes chinesas CCCC e CR20, venceu o contrato de 35 anos para construir e administrar a ponte, com previsão de um investimento de R$  5,3 bilhões.

Financiamento
Em Salvador na última quarta-feira, o presidente do Instituto Brasileiro da Mineração, Flávio Penido, falou sobre as conversas do Ibram com a Bolsa de Toronto (Canadá). A ideia é viabilizar uma parceria para facilitar o financiamento de pequenos e médios empreendimentos na área mineral. Se for concretizado, o projeto tem tudo para dar bons frutos. Foi lá na Bolsa de Toronto que os investidores da Mineração Caraíba encontraram recursos para a reestruturação da unidade que produz cobre em Jaguarari. 

A nova descoberta
Falando sobre o setor mineral, o geólogo baiano João Carlos Cavalcanti encerra o ano comemorando mais uma novidade promissora. Após anunciar descobertas de ferro e bauxita, a Companhia do Vale do Paramirim  se aventurou pelas bandas do Vale do São Francisco, de identificou a presença enxofre entre o município de Palmas de Monte Alto e o Velho Chico. Na última semana, o geólogo fez valer a fama de "perdigueiro". O projeto se encontra em fase de prospecção. 

Uma década
A história da Bahia na geração de energia eólica está complentando dez anos. De lá para cá, os ventos tornaram o estado uma potência energética. Este ano, por aqui se gerou 31,84% do geral produzido a partir dos ventos, o que representou um crescimento de 55% na comparação com o ano passado. Em uma década, o Brasil saiu do zero para se tornar o 8º maior produtor de eólica no mundo. Conforme dados da Aneel, 70 novos parques eólicos serão instalados na Bahia e adicionarão 1,8 gigawatts (GW) à rede elétrica, até o final de 2025, levando o estado à marca de 5,8 GW. Com isso, devem ser investidos R$ 7 bilhões e gerados mais de 27 mil empregos diretos e indiretos nos parques que estão em construção e em construção não iniciada, segundo estimativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Saldo positivo 
A WM Engenharia, empresa baiana voltada para a construção e manutenção predial e industrial está completando 4 anos neste mês e comemora o saldo positivo de 2019.  A empresa fechou o ano com um faturamento de cerca de 50% maior do que o ano anterior. A empresa ganhou a licitação para manutenção do aeroporto Internacional de Uruguaiana (RS) e já no início de 2020 abrirá o seu primeiro escritório fora do Nordeste. No próximo ano, a empresa dará continuidade ao processo de expansão e planeja inaugurar a primeira unidade na região Sudeste.

Nova diretoria
A Salvador Destination elegeu, por aclamação ontem a nova diretoria da . O empresário Roberto Duran (Grupo GT5 Brasil) foi reconduzido à presidência. 

Consórcios
As vendas de consórcios na Bahia cresceram 25% de janeiro a setembro deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Embracon, uma das maiores administradoras de consórcios do Brasil. A maior procura é por cotas de automóveis, registrando um aumento de 16,3% nas vendas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas