BBB: Emilly chora ao ser chamada ao confessionário

TV
10.04.2017, 21:02:00

BBB: Emilly chora ao ser chamada ao confessionário

Ela foi chamada após Marcos. Polícia esteve na casa hoje

Uma hora depois de Marcos ser chamado para o confessionário, na noite desta segunda-feira (10), Emilly foi convocada. O áudio da casa foi cortado rapidamente e a sister foi até lá, onde ficou por cinco minutos. Na sequência, ela saiu em silêncio e caiu no choro na área de fora da casa.

(Foto: Reprodução)

Marcos foi atrás dela e quis saber o que aconteceu no confessionário. "É alguma coisa comigo?", quis saber. A gaúcha usou uma resposta parecida com a de Marcos pouco antes: "O que acontece no confessionário, fica no confessionário".

Ele insistiu, mas Emilly continuou afirmando que "nada" aconteceu. Marcos perguntou se podia ajudar e ela falou que não, por estar bem.

Expulsão?
Desde que Marcos foi chamado, internautas especularam que poderia se tratar de uma expulsão do brother, que foi acusado de agir violentamente contra a namorada na casa. Mas ao sair do confessionário o médico agiu com naturalidade 

A polícia esteve na casa do 'BBB 17', nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, para ouvir Marcos e Emilly sobre o episódio de agressão contra a gaúcha no último fim de semana. A informação foi confirmada ao 'Uol' pela delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, na tarde desta segunda-feira (10).

"A delegada Viviane já está na Globo para ouvi-lo e estamos com um perito à disposição para fazer um exame na Emilly. Conseguimos achar um vídeo em que ele aparece segurando o cotovelo e existe uma marca no braço dela. Diante disso, já temos indício. Conseguimos instaurar inquérito. Dependendo do laudo do perito e do que está lá no vídeo, já é uma prova bem contundente e até o fim do dia já teremos uma decisão sobre as medidas protetivas", explicou a delegada.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas