Bellintani viaja a Manchester para conversar com Grupo City sobre SAF do Bahia

e.c. bahia
05.04.2022, 13:12:00
Bellintani negocia com Grupo City se torne investidor do Esquadrão (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bellintani viaja a Manchester para conversar com Grupo City sobre SAF do Bahia

Tricolor tem conversa avançada com fundo árabe

Em negociação com o grupo City para a venda de uma possível SAF do Bahia, o presidente Guilherme Bellintani viajou para Manchester, na Inglaterra, onde terá conversas com o grupo. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Cáscio Cardoso e confirmada pelo CORREIO. 

De acordo com apuração da reportagem, Bellintani viajou ao país europeu na última sexta-feira (1º). A ideia do presidente tricolor é ajustar os últimos detalhes da negociação e bater o martelo na proposta que vai ser encaminhada ao Conselho Deliberativo. 

No início de março, Bellintani chegou a afirmar que o desenho do modelo de Sociedade Anônima do Futebol (SAF) que ele imagina para o Bahia está próximo de ser encontrado. O dirigente explicou ainda que estava em conversas avançadas com um grupo, mas não quis confirmar o nome City. 

"Eu e Vitor buscamos desenhar o melhor projeto possível para uma SAF no Bahia, para que na hora que o sócio ou o conselheiro estudem esse tema, eles não comparem se é melhor manter-se como associação ou uma SAF ruim. Tem que ser o melhor projeto possível para o Bahia. Eu vou escolher isso ou manter-me como associação. Essa é a grande discussão de qualidade que poucos clubes estão fazendo no futebol brasileiro", iniciou Bellintani. 

"Estamos atrás de um projeto. As discussões da SAF no futebol brasileiro estão: "Tal grupo vai investir R$ 700 milhões, R$ 800 milhões, R$ 1 bi". Isso não está no centro da nossa pauta. O centro da nossa pauta é: Qual é o projeto que nós queremos colocar para o sócio e sócia, para o conselheiro e conselheira analisarem. Dentro desse projeto está o dinheiro, é óbvio. Não se constrói um projeto vencedor, que mude o Bahia de patamar sem injeção de recursos. Mas o recurso não pode ser a única decisão", completou.

Nos últimos meses, o Bahia tem sido colocado como alvo de alguns grupos interessados em investir no futebol brasileiro. O principal deles é o Grupo City, fundo árabe que é dono de vários clubes ao redor do mundo e tem o Manchester City, da Inglaterra, como a sua franquia mais famosa. 

Recentemente o Conselho Deliberativo do Bahia montou uma comissão para estudar assuntos relacionados à SAF. Caso a proposta ocorra mesmo, a decisão para a transformação ou não clube em empresa será tomada pelos sócios, em Assembleia Geral (AGE). 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas