Bolsonaristas tentam invadir prédio do Ministério da Saúde; vídeo

brasil
08.09.2021, 12:06:18
(Foto: Reprodução)

Bolsonaristas tentam invadir prédio do Ministério da Saúde; vídeo

Ação acontece um dia após atos de 7 de setembro

Manifestantes apoiadores do presidente Jair Bolsonaro tentaram, na manhã desta quarta-feira (8), invadir a sede do Ministério da Saúde, em Brasília. A ação acontece um dia após os atos pró-governo realizados no 7 de setembro, Dia da Independência.

Em vídeo que circula pelas redes sociais, o grupo tenta avançar em catracas que ficam na entrada da instituição do governo federal, quando são impedidas pelas forças de segurança que estavam no local.

A entrada do ministério havia sido fechada às pressas com grades para evitar a invasão. A Saúde ainda não se manifestou sobre o caso.

Segundo um servidor, os manifestantes tentaram agredir equipes da imprensa que estavam em frente ao ministério. Um cinegrafista teria deixado a câmera para trás ao fugir do grupo. O equipamento foi devolvido na portaria da Saúde mais tarde.

Em falas diante de milhares de apoiadores nessa terça-feira (7), em Brasília e em São Paulo, Bolsonaro fez ameaças golpistas contra o STF, defendeu a desobediência a decisões da Justiça e disse que só sairá morto da Presidência da República.

Apesar de o ato em Brasília ter se dispersado após a fala de Bolsonaro, alguns apoiadores seguem acampados na Esplanada dos Ministérios.

Algumas faixas de apoiadores levadas ao protesto na terça afirmavam que os grupos só deixariam Brasília após a destituição de ministros do Supremo.

Grupos de bolsonaristas também pressionam um bloqueio montado pela polícia em frente ao Itamaraty. Eles querem ter acesso à via que leva ao prédio do STF. Com informações do Metrópoles e Folha de S.Paulo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas