Bolsonaro convida Regina Duarte para secretaria de Cultura

brasil
17.01.2020, 18:03:00
Atualizado: 17.01.2020, 19:53:41

Bolsonaro convida Regina Duarte para secretaria de Cultura

Atriz conservadora e de direita deve dar resposta até amanhã

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Regina é apoiadora de Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Após a demissão de Roberto Alvim, Bolsonaro definiu a atriz Regina Duarte como seu principal alvo para assumir a Secretaria Nacional de Cultura. Segundo a colunista Mônica Bergamo, o convite já foi feito e Regina deve dar a resposta até a próxima segunda-feira (20).

Regina, conhecida por suas posições de direita, vem sendo cortejada por membros do entorno de Bolsonaro desde o anúncio da saída de Roberto Alvim. A atriz disse a interlocutores que ficou animada, mas ainda está em dúvida sobre assumir o cargo. 

Poucas horas após a notícia do convite ter surgido, Regina deu entrevista à rádio Jovem Pan, onde confirmou a informação e pela primeira vez se manifestou sobre o tema.

“O presidente me ligou. Fiquei muito honrada e surpresa. Falei que não estou preparada, mas ele rebateu dizendo para eu me preparar. Ele falou ‘quero você'”, disse a atriz.

A atriz também revelou que tomará a decisão até a próxima segunda-feira (20), quando dará a resposta final a Bolsonaro. Segundo Regina Duarte, o presidente relatou que “tem muito força em torno da indicação dela”.

Regina Duarte contou que conversou com dois dos seus três filhos e está pensando na resposta. “É uma revolução na minha vida. Amo o Brasil, quero fazer dar certo”. antecipou.

Este não é o primeiro convite à atriz. “Quando fui visitar o então candidato Bolsonaro, ele me fez o convite. Eu brinquei: não me convida, porque não quero o constrangimento de recusar. Não me sentia preparada. É uma secretaria muito difícil, muito complicada. Agora, estou pensando em coisas que pensei que não estaria pensando agora”, falou.

O nome dela também foi levado por um parlamentar próximo ao presidente ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Redução de salário
Caso aceite a proposta, Regina Duarte terá de abrir mão de grande parte do salário. Acontece que, segundo Veja, a atriz atualmente possui rendimentos na casa de R$ 60 mil na Globo, podendo aumentar para R$ 120 mil caso esteja no ar, e Roberto Alvim, antigo chefe da pasta, recebia pouco mais de R$ 15 mil.

Apesar do impacto no bolso, Regina está cogitando a possibilidade de aceitar o convite. Acontece que a atriz se sente deslocada dentro da emissora, diante da conjuntura do país e da visão dela de mundo. Apoiadora contumaz de Jair Bolsonaro, que por sua vez tem na emissora carioca uma grande inimiga, Regina não tem emplacado personagens marcantes em produções recentes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas