'Bolsonaro não cometeu crimes que justifiquem impeachment', diz Rodrigo Maia

brasil
04.08.2020, 09:00:02
(Foto: Agência Brasil)

'Bolsonaro não cometeu crimes que justifiquem impeachment', diz Rodrigo Maia

Presidente da Câmara, no entanto, criticou ações do chefe do executivo no combate à pandemia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Apesar dos pedidos da oposição, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não enxerga motivos para levar adiante o impeachment de Jair Bolsonaro. A declaração foi dada na noite desta segunda-feira no programa "Roda Viva", da TV Cultura.

Para Maia, Bolsonaro "cometeu erros" no combate à pandemia do novo coronavírus ao minimizar a perda das quase cem mil vidas perdidas, mas nenhuma das ações do presidente justifica a sua retirada do cargo.

"Acho que o presidente errou ao minimizar o impacto da pandemia, a questão da perda de vidas, vamos chegar aí a cem mil vidas perdidas. Acho que ele criou um falso conflito", disse.

Perguntado sobre por que não arquiva os pedidos de impeachment à sua mesa já que não pretende levá-los adiante, Maia disse que não pretende conturbar a crise sanitária.

"Nós estamos no meio de uma pandemia, e qualquer decisão agora leva um recurso ao plenário. Nós vamos ficar discutindo impeachment sem nenhuma motivação para isso. Eu não estou usando isso para ameaçar, não é do meu feitio. O presidente Bolsonaro sabe, que desses que estão colocados, eu não vejo nenhum tipo de crime atribuído ao presidente" declarou Rodrigo Maia.

O presidente da Câmara evitou tecer críticas mais duras a Bolsonaro, mas disse que o governo "perde oportunidades" de implementar a agenda econômica de reformas com a qual foi eleito em 2018.

"Acho que o presidente Bolsonaro está perdendo algumas oportunidades importantes em relação àquilo que me fizeram até votar nele no segundo turno. Mas o presidente não tinha também experiência", diz ele.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas