Busca por cursos online cresce no país

educamais
02.04.2018, 19:40:00
Atualizado: 02.04.2018, 19:41:44
Entre as inúmeras vantagens do ensino a distância, flexibilidade e preço são atrativos (Divulgação)

Busca por cursos online cresce no país

Número de polos EAD quase duplicam após nova regulamentação do MEC         

A Educação a Distância (EAD) no Brasil tem crescido em ritmo acelerado. Segundo os últimos dados do Ministério da Educação (MEC), o EAD atingiu um aumento de 18,6% do total de matrículas nas instituições de ensino superior. No ano passado, o órgão atualizou a regulamentação da modalidade de cursos online e ampliou a oferta de cursos. Com o processo mais flexível, o número de núcleos cadastrados subiu em 85%.

Instituições de ensino de maior qualidade adquiriram o direito de criar mais polos, locais para atender os estudantes dos cursos a distância - desde que cumpram com os requisitos estabelecidos pelo MEC. Estrutura com biblioteca, laboratórios e espaço para provas presenciais estão entre os critérios. Com isso, as possibilidades foram ampliadas também para os alunos que moram longe dos grandes centros.

Entre as inúmeras vantagens do ensino a distância, flexibilidade e preço são atrativos

Essa modalidade tem se tornado a saída para quem deseja fazer um curso superior, mas quer flexibilidade. “ Eu trabalho o dia todo. A facilidade e comodidade de estudar em casa me ajudou muito. Além de economizar tempo, a mensalidade do curso EDA é mais em conta” declara Lais Oliveira, estudante do curso de Gestão de Recursos Humanos e bolsista do Educa Mais Brasil.

Já Bárbara Almeida, estudante de Pedagogia, que também conta com o auxílio do programa de bolsas de estudo, teve a oportunidade de cursar novamente uma graduação e conciliar os estudos com a maternidade. “A alternativa para buscar um curso EAD foi por uma questão tempo. Tenho um bebê de dois anos e não teria condições nenhuma de cursar presencial, para mim foi uma ótima saída. À noite, eu consigo revezar entre estudar e cuidar do meu neném”, pontua. 

Além de permitir um melhor aproveitamento de tempo e ter valores de mensalidades mais acessíveis, os cursos EAD garantem diploma com o mesmo valor de um diploma de curso presencial.

Bolsas de estudo EAD
Mesmo com preços mais acessíveis se comparados a um curso presencial, nem todos que desejam uma graduação ou pós-graduação a distância tem condições de pagar o valor integral das mensalidades. A alternativa está nas bolsas de estudo. Maior programa de inclusão educacional do país, o Educa Mais Brasil oferece descontos que podem chegar a 70%. A inscrição, que é gratuita, pode ser feita pelo portal http://www.educamaisbrasil.com.br/correio.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netflix-divulga-teaser-da-terceira-temporada-de-the-crown/
A nova temporada irá focar no período da Guerra Fria, entre 1964 e 1977
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gravida-passa-mal-apos-incendio-em-predio-de-brotas-veja-video/
Mulher foi atendida pelo Samu; causa do incêndio é desconhecida
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/marinheiro-salvou-filho-durante-incendio-em-lancha-na-baia-de-todos-os-santos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-armado-invade-shopping-de-salvador-e-assusta-clientes/
Ele é suspeito de praticar assaltos em uma passarela perto do estabelecimento
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anelis-assumpcao-apresenta-show-inedito-em-salvador-neste-sabado/
Anelis & Os Gostas é atração do Intercenas Musicais, na Commons
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pai-e-preso-por-afogar-filho-de-2-anos-em-bacia-para-fazer-ex-sofrer/
Ele contou a amigo que foi traído pela mãe da criança e queria se vingar
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/black-alien-fala-sobre-novo-disco-estou-sendo-eu-mesmo/
Lançado em abril, Abaixo de Zero: Hello Hell é apresentado no Pelourinho neste sábado (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-procura-casal-que-roubou-r-400-mil-de-idosas-na-barra-veja-video/
Irmãs, vítimas têm 89 e 93 anos; homem e mulher entraram disfarçados em prédio
Ler Mais