Cade aprova compra da Extrafarma pela Pague Menos por R$ 700 milhões

brasil
22.06.2022, 22:43:05
Compra da Extrafarma é estimada em R$ 700 milhões (Thais Mesquita/O Povo)

Cade aprova compra da Extrafarma pela Pague Menos por R$ 700 milhões

A transação foi aprovada por unanimidade, mas foram impostas restrições que incluem a venda de lojas em oito cidades com menos de 200 mil habitantes no Nordeste

Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, 22, a compra da Extrafarma pela Pague Menos.   Com o investimento, estimado em R$ 700 milhões, a Pague Menos passa a ocupar o segundo lugar no setor de farmácias no país.

A transação foi aprovada por unanimidade, mas foram impostas restrições que incluem a venda de lojas em oito cidades com menos de 200 mil habitantes no Nordeste. Dentre as lojas que devem ser vendidas, cinco estão no Ceará, duas no Maranhão e uma no Rio Grande do Norte. 

De acordo com o relator, Gustavo Augusto Freitas de Lima, a venda dos ativos está sendo firmada com a Rede Bruno Farma e deve ser concluída em até 180 dias.  Somente após a venda dessas lojas para uma empresa com capacidade de competição,  a operação poderá ser concluída.                

Em 9 de maio, a Superintendência-Geral do Cade já havia emitido despacho com a recomendação de aprovação da aquisição mediante a celebração de Acordo em Controle de Concentrações (ACC).

Uma Pague Menos em cada esquina?
A Extrafarma é a sexta maior rede de farmácias do País, com presença em 11 estados e 402 unidades. Com essa aquisição, a Pague Menos deve atingir 1500 lojas e ultrapassar a DPSP, dono da redes Drogaria São Paulo e Pacheco. Ficará atrás apenas da Rede Drogasil.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas