Camaro de traficante se transforma em arma da polícia para combater rachas

em alta
06.08.2020, 11:32:49
Atualizado: 06.08.2020, 11:34:46
(Foto: Divulgação / PRF-RS)

Camaro de traficante se transforma em arma da polícia para combater rachas

Viatura turbinada é utilizada em operações especiais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Sul (PRF-RS) está doce igual caramelo, perseguindo os bandidos em um Camaro azul e amarelo.

A viatura turbinada é um Chevrolet Camaro SS 2014, que foi apreendido há três anos numa operação contra o tráfico internacional. Em abril de 2020, o veículo foi incorporado à frota da PRF.

Segundo reportagem do Uol, o possante é utilizado em operações especiais e eventos. 

E ele também recebeu melhorias, para ficar ainda mais potente. Seu motor recebeu uma nova programação para atingir incríveis 600 cavalos de potência, 200 a mais que a sua versão original. 

A velocidade é tanta que o modelo consegue ir de zero a 100km/h em menos de 5 segundos. Apesar de toda essa capacidade, a máquina ainda não foi utilizada em perseguições. 

"Montamos operações de forma a evitar perseguições, dificultando e impedindo fugas. A perseguição é nossa última alternativa", diz nota enviada pela corporação ao Uol.

Por outro lado, logo no primeiro mês de serviço, o cupê foi utilizado em uma operação para coibir rachas na região serrana do estado, na rodovia BR-116. Já no mês passado, participou de ação em Santa Maria (RS), que culminou na prisão de suspeitos de tráfico, bem como apreensão de drogas ilícitas e de agrotóxicos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas