Caminhoneiro é morto a tiros em posto de combustível na BR-324

bahia
09.08.2021, 20:43:00
Atualizado: 09.08.2021, 20:43:42
(Aldo Matos/ Acorda Cidade)

Caminhoneiro é morto a tiros em posto de combustível na BR-324

Homem fazia reparo no caminhão quando autor dos disparos se aproximou a pé

O caminhoneiro Francisnei Silva Pereira Santos, de 31 anos, foi morto a tiros, na tarde desta segunda-feira (9), no posto de combustível Subaé I, localizado na BR-324, em Feira de Santana.

De acordo com a polícia, a vítima teria saído de Salvador para fazer um serviço no "cavalinho" do caminhão que dirigia, quando foi baleado com diversos tiros na cabeça e no ombro, em frente a uma loja de autopeças que fica dentro do posto.
Policiais militares da 67ª Companhia Independente estiveram no local. “Fomos solicitado pelo Cicom para se deslocar ao posto Subaé I, e chegando ao local, em frente a uma loja de autopeças, encontramos um jovem, que foi alvejado por disparos de arma de fogo. Tentei contato com alguns trabalhadores aqui, mas ninguém sabe ou viu, e ninguém fala nada”, afirmou o Sargento Everton ao Acorda Cidade.

O delegado Luis Smyslov acompanhou os peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) que realizaram o levantamento cadavérico. De acordo com o delegado, Francisnei fazia o conserto do 'cavalinho' do caminhão quando o autor dos disparos se aproximou a pé.

"Nós apuramos que o rapaz veio até aqui consertar o caminhão. Ele havia chegado de Salvador, iria para Feira de Santana. Teria descarregado, levou um material para um ponto de descarga, pegou o caminhão-baú dele e levou para o conserto, desatrelou o cavalinho para o restante do aparelho e veio neste posto para consertar o cavalinho, pois ele estava avariado no farol e em algumas partes na frente. E nesse momento chegou um rapaz a pé e disparou contra ele", relatou o delegado.

Segundo o delegado, a vítima tinha o costume de ir ao posto fazer pequenos consertos no carro. Ele trabalhava há cerca de 30 dias para uma grande empresa de vendas online e fazia a rota Salvador-Feira de Santana/ Feira de Santana-Salvador, levando e trazendo as mercadorias.

"Iniciamos as investigações para chegarmos à autoria do crime. O posto de gasolina tem algumas câmeras que podem nos ajudar a elucidar esse crime", disse o delegado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas