Campus da UFRB em Feira de Santana deve começar a ser instalado até janeiro de 2013, diz vice-reitor

bahia
10.04.2012, 23:02:00

Campus da UFRB em Feira de Santana deve começar a ser instalado até janeiro de 2013, diz vice-reitor

O vice-reitor esteve na apresentação do projeto na manhã desta terça-feira (10), na Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira

Da Redação

A instalação do campus da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) em Feira de Santana deve começar no mais tardar no início de 2013, segundo o vice-reitor da instituição, Silvio Soglia. A informação é do "Acorda Cidade".

O vice-reitor esteve na apresentação do projeto na manhã desta terça-feira (10), na Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira. "A ideia é que em 2012 a gente já inicie alguma atividade do ponto de vista da instalação desse campus. Nosso desejo é que seja o mais rápido possível, mas as condições dadas nos remetem que a gente possa ter o início das atividades no começo de 2013", disse Soglia.

Já o superintendente de infraestrutura da UFRB, Carlos Cortês, preferiu não apostar em datas e disse que vários fatores influenciam o início da instalação do campus. "Temos que encontrar um local e depois sentarmos para fazer um planejamento”", afirmou.

O projeto do campus ja foi entregue ao prefeito Tarcízio Pimenta, mas o local ainda está sendo procurado - a área estimada é de 100 hectares. Cortês disse ainda que a UFRB começa com poucos cursos em Feira mas já pensa em crescer. "Temos a ambição de crescer com mais cursos, com extensão e pesquisa, então não podemos pensar em uma área pequena para daqui a cinco anos procurar outra maior", explicou.

O campus contará a princípio com quatro cursos de graduação e pós-graduação. A estimativa é de que cerca de 2.500 alunos estudem no local.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas