Capelinha de São Caetano: baleada em ataque está em estado grave

salvador
20.10.2021, 10:24:30
Atualizado: 20.10.2021, 13:34:03
(Reprodução)

Capelinha de São Caetano: baleada em ataque está em estado grave

Ao contrário do divulgado mais cedo, só uma pessoa morreu

Uma das pessoas baleadas no ataque na Capelinha de São Caetano está internada em estado grave, segundo informações da Polícia. Ao contrário do que foi informado mais cedo pela Polícia Militar, só uma pessoa morreu no ataque, e não três. O crime aconteceu na noite dessa terça-feira (19), na 2ª Travessa da Jaqueira. 

Ao todo, 10 pessoas foram baleadas: Rafael Cidade dos Santos, que morreu no local, Kesia Santana Santos, 22 anos, Irlan Oliveira Silva, 27, Ramon Silva Ribeiro, 32, Laerte Santos Pinheiro, 34, Caique Vinicios Santos Gonçalves, 19, Lara Maiana Oliveira Hungria, 19, que está em estado gravíssimo, Alan Felipe Evangelista dos Santos, 21, Lorena da Silva Andrade e um adolescente de 17 anos. 

Eles foram socorridos inicialmente para a UPA de São Caetano e depois encaminhados para o Hospital Geral do Estado, Hospital Ernesto Simões Filho e Hospital do Subúrbio. 

Segundo informações da Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma briga entre grupos criminosos. Testemunhas já estão sendo ouvidas pela Polícia Civil desde a noite de terça. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Vídeos
Em um dos vídeos que circulam nas redes sociais relacionados ao ataque, é possível ver uma vítima sendo carregada por populares pelas ruas. Em outro, bandidos armados dão diversos tiros em um homem caído ao chão, bem ao lado de uma mulher também aparentemente ferida. A ação, filmada pelos próprios criminosos, mostram mais de 10 disparos na região da cabeça.

Em mais um registro, é possível ver policiais já no local, momentos depois de os bandidos irem embora.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas