Carnaval: servidores municipais vão receber 8,3% a mais em abril

salvador
05.02.2018, 19:14:00
(Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Carnaval: servidores municipais vão receber 8,3% a mais em abril

Benefício vale para funcionários públicos que vão trabalhar na folia

Cerca de 4 mil servidores municipais vão receber, na folha de pagamento do mês de abril, um abono de 8,3% nos salários. Mas o acréscimo só vale para aqueles profissionais que vão trabalhar na Operação Carnaval, como servidores da Defesa Civil do Salvador (Codesal), Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) e da Guarda Municipal. 

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (5) pelo prefeito ACM Neto, durante um encontro com servidores e secretários na Prefeitura. De acordo com o prefeito, havia três anos que os servidores que trabalhavam durante a folia não recebiam o acréscimo. 

Confira a programação completa do Carnaval 2018

"Passamos três carnavais com operações especiais congeladas. Em um momento de crise, tivemos enormes dificuldades. Muitos servidores acabam trabalhando nesse período e essa operação especial faz a diferença. A prefeitura já tem muitas despesas no Carnaval, mas a gente sabe que sem o comprometimento e o envovimento real dos servidores não dá pra fazer essa grande festa", justificou o prefeito.  

Na Codesal, 58 funcionários, em sua maioria engenheiros e arquitetos, vão trabalhar durante o carnaval em duas bases que serão armadas nos circuitos Barra/Ondina e Campo Grande. Após os desfiles dos trios, nos dias seguintes à folia, a equipe também realiza varreduras.

"Esse aumento durante o carnaval para a gente é interessante porque há três anos não recebíamos. A equipe trabalha com afinco, trabalha com amor, por isso é importante esse tipo de melhoria", considera o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macedo. 

Plano de saúde
Outros mil servidores da Companhia de Governança Eletrônica (Cogel), Empresa Salvador Turismo (Saltur), Limpurb e Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) que ainda não possuíam o plano de saúde municipal vão passar a ter o benefício. O decreto foi assinado e será publicado nesta terça-feira (6).

Segundo Thiago Martins Dantas, secretário da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), o plano de saúde para os servidores que ainda não possuíam foi, inclusive, pauta de campanha salarial. O valor varia de acordo com cada cargo e com o número de familiares.

"É uma reivindicação histórica, uma reivindicação constante, a extensão do plano de saúde que hoje os servidores desfrutam para os integrados municipais. Vamos estar assinando um aditivo ao contrato que já possuímos com a HapVida e, a partir dessa assinatura, os servidores vão poder ter acesso ao plano", explicou Thiago. 

O prefeito ACM Neto destacou a importância de todos os servidores municipais terem acesso ao plano de saúde. "Eu muito me orgulho, por exemplo, de ter sido o prefeito que instituiu o plano de saúde do município na administração de Salvador. Essa era uma reivindicação antiga, histórica; alguns setores tinham planos de saúde, mas a grande maioria não possuía e a gente sabe como, sobretudo nos dias de hoje, em função das dificuldades econômicas, o quão o plano de saúde pode fazer a diferença", pontuou Neto. 

Auxílio-fardamento
Ainda durante o encontro, o prefeito anunciou que os servidores da Transalvador, Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) e Guarda Municipal vão receber um auxílio-fardamento.

Com a medida, não será mais preciso abrir uma licitação e, posteriormente, distribuir os uniformes. Agora, cada servidor pode comprar a sua farda, prestando contas ao seu respectivo órgão. A assinatura do decreto aconteceu na manhã desta segunda, mas o projeto de lei já havia sido encaminhado para a Câmara no ano passado, quando foi aprovado. O pagamento será feito no próximo mês.

"Sempre houve um apelo muito grande da Guarda Municipal e da Transalvador, os dois principais órgãos que serão beneficiados no próximo mês", comentou ACM Neto. 

O auxílio será depositado todos os meses de fevereiro em cada ano de exercício e cada servidor deverá prestar contas até outubro. O benefício não é cumulativo. E, caso o servidor não preste contas, será descontado do próprio salário nos meses de dezembro. 

Para os guardas civis municipais serão destinados R$ 998; agentes de trânsito e transportes R$ 763, e para os agentes de salvamento aquático R$ 400. O benefício cobre peças como calça operacional, camisa de passeio, sapato social, cinto de guarnição e conturno. Serão beneficiados 1.200 guardas municipais, 240 agentes de salvamento e 900 agentes da Transalvador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas