Carta para meu recomeço: 'Procuro andar na linha e, quase sempre, me perco'

edgard abbehusen
06.12.2020, 11:00:00
Atualizado: 06.12.2020, 13:36:49

Carta para meu recomeço: 'Procuro andar na linha e, quase sempre, me perco'

Leia coluna de Edgard Abbehusen

PREZADO RECOMEÇO,

Achei que não seria possível encontrar forças para te reencontrar de novo. Já foram muitas as vezes em que nos cruzamos nessa estrada.

Quando o coração aperta, quando o desespero bate, quando a dor parece ser maior e mais cruel, eu sei que você virá.
Mas não virá à toa, de repente e nem de surpresa. Eu sei que você aguarda o meu chamado. Eu sei que você sente o meu preparo. Que você respira através da minha cura.

A cada reencontro, aprendo mais contigo. Sinto-me mais atento aos detalhes. Procuro errar o mínimo e acabo tropeçando em erros novos. Procuro andar na linha e, quase sempre, me perco.

Mas você, paciente, está sempre ali. De braços abertos. Com a estrada livre para eu passar com o meu jeito desenfreado e na velocidade que eu desejar.

Leia mais colunas de Edgard Abbehusen exclusivas para o CORREIO 
 

 Recomeço meu de cada dia. De cada dor. De cada amor que não deu certo do jeito que eu queria. De cada sonho que ficou pelo meio do caminho. Em cada olhar de quem foi embora e nunca mais voltou. De cada morte que me tornou pequeno diante dos mistérios da vida. De cada vida que chegou para reforçar o seu abraço: Eu te agradeço.

Agradeço pelas lições deixadas. Pela esperança que restaura a mola que existe no fundo do meu poço. Pela luz que se acende no final do túnel. Pelas mãos que abraçam a fé nas minhas orações.
Agradeço, do fundo do meu coração, a oportunidade que eu tenho de sempre encontrar as forças que eu preciso em você. 
De alguém que, por tantas vezes, precisou e ainda vai precisar recomeçar.

Esse texto eu escrevi para o meu livro ACREDITE NA SUA CAPACIDADE DE SUPERAR e quis compartilhar com vocês aqui na coluna. Que você nunca perca essa vontade e essa coragem de encarar os recomeços necessários, quando necessário.

 *Edgard Abbehusen é escritor, compositor, redator, baiano, criador de conteúdo afetivo e  autor de livros; Ele  publica textos exclusivos aos domingos no site do CORREIO e redes sociais Acompanhe Edgard no Twitter e Instagram

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas