Casal estupra bebê de 7 meses em motel e é preso

brasil
01.09.2017, 13:51:00
Atualizado: 01.09.2017, 13:55:14

Casal estupra bebê de 7 meses em motel e é preso

Exames comprovaram o estupro; caso aconteceu em Manaus

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um casal foi preso, na tarde desta quinta-feira (31), por suspeita de estuprar uma bebê de sete meses, em um motel na Zona Leste de Manaus, no Amazonas.  De acordo com informações da polícia, depois de ouvir a criança chorando dentro de um dos quartos, uma funcionária ligou para a central. 

O caso aconteceu em um motel no bairro Aleixo.  "Na hora, ela ligou e pediu para que eles saíssem porque era proibido entrar criança. Logo depois chamaram a polícia", contou o proprietário do estabelecimento, que não quis se identificar, ao g1 Amazonas. 

Ao chegar ao motel, a 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) esperou o casal sair do motel. O homem, de 45 anos, disse que era pai da menina e alegou não saber que era proibido levar crianças para o local. Segundo a polícia, ele aparentava estar nervoso. A criança estava dentro do carro, usando apenas um vestido. 

O casal foi preso, em flagrante, e encaminhado ao 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), e logo depois para a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), onde prestaram depoimento. A criança foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), onde exames comprovaram o estupro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas