Cenas de Carnaval: o samba, a tradição e a resistência

salvador
25.01.2019, 05:00:00
(Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Cenas de Carnaval: o samba, a tradição e a resistência

Filhos das antigas escolas de samba, os blocos de samba militam na ponta do pé

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


Pouca gente atualmente conhece a história das escolas de samba no Carnaval de Salvador, algo que foi se perdendo com o tempo. Essa é uma história que ainda será contada, mas os frutos dos tempos de desfiles -  e da resistência ao empenho público em acabá-los -  são os blocos de samba.

“Comemoramos 25 anos neste ano. O Alerta Mocidade foi fundado nos anos 70  e era com percussão no chão. Ele parou e voltamos depois. Colocamos trio e, graças a Deus, surgiram outros blocos”, diz Zé Arerê, presidente e cofundador do Alerta Geral. Ele, Nelson Rufino e outros sambistas são grandes baluartes do ritmo na capital baiana. 

(Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)
(Roberto Viana/Arquivo CORREIO)
(Robson Mendes/Arquivo CORREIO)
(Roberto Viana/Arquivo CORREIO)
(Antonio Queirós/Arquivo CORREIO)


“Sou louco por samba, milito pelo samba. Carnaval é samba, é tudo”, diz Zé, que garante que o público que prestigia os blocos de samba na quinta-feira de Carnaval é um dos maiores da festa.

Os blocos de samba são um espetáculo à parte, um misto de tradição - que pode ser notado nas fantasias - com a modernidade de quem não tem problema algum de trazer um sambista atual para comandar os foliões. Tá tudo em casa, afinal, o samba nasceu na Bahia.

*Cenas de Carnaval é um oferecimento do Bradesco, com patrocínio do Hapvida e apoio de Claro, Fieb, Salvador Shopping, Vinci Airports e Unijorge.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/surto-de-lives-na-quarentena-transmissoes-ao-vivo-se-tornaram-comuns-e-ate-memes/
Confira também uma lista de perfis para acompanhar os 'ao vivo'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/autor-de-video-compartilhado-por-bolsonaro-pode-pegar-6-meses-de-prisao/
Gravação trazia informações falsas sobre desabastecimento de alimentos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/abner-pinheiro-publica-foto-com-bebe-nunca-vou-desistir-de-voce/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-polemica-com-teste-de-dna-e-traicoes-sthe-vai-processar-abner/
Briga após influencer baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-live-com-miley-cyrus-anitta-e-chamada-de-icone-pop-brasileiro/
Cantoras conversaram via Instagram e dançaram Rave de Favela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ajustes-deixaram-a-ranger-mais-competitiva/
Em vídeo, Antônio Meira Jr., explica o que mudou na picape da Ford
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-teste-de-dna-e-traicoes-abner-e-sthe-ganham-mais-de-16-mi-de-seguidores/
Treta após baiano descobrir que não é o pai de sangue de bebê foi o assunto mais comentado do mundo nas redes sociais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/baco-exu-do-blues-lanca-ep-contra-o-tedio-da-quarentena/
Preso em casa, artista produziu nove faixas em três dias
Ler Mais