Cerca de 260 jovens aprendizes encerram atividades na Prefeitura

salvador
13.05.2022, 12:27:00
Bruno Reis com alguns dos estudantes concluintes (Foto: Betto Jr./Secom)

Cerca de 260 jovens aprendizes encerram atividades na Prefeitura

Próxima turma terá 600 vagas, mas ainda não há data para o início das inscrições

Foi a mãe do estudante Gabriel Barbosa, 16 anos, quem sugeriu que ele tentasse uma vaga no Projeto Jovem Aprendiz Empreendedor da Prefeitura de Salvador, há dois anos. O garoto fez a seleção e foi aprovado para o ciclo 2020-2022, atuando na Secretaria Municipal de Gestão (Semge). Nesta sexta-feira (13), Gabriel foi um dos 260 jovens que comemoram a conclusão da capacitação e foi o estudante escolhido para fazer um relato sobre a experiência no programa.

“Foi uma experiência gratificante, muito boa a capacitação teórica, porque eu não estava acostumado com processo de receber aulas on-line, e a prática me fez colocar em prática o que aprendi na teoria. Quando comecei não tinha experiência nenhuma. Comecei digitalizando e arquivando documentos, aprendi a trabalhar com o programa excel, fazer atendimentos e foi uma forma de adquirir experiência profissional e pessoal”, contou.

Gabriel Barbosa conta a experiência de ser Jovem Aprendiz (Foto: Betto Jr/ Secom)

O projeto existe desde 2015, fruto de uma parceria entre o Parque Social e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), e foi responsável pela formação de cerca de 1.5 mil jovens de Salvador. A última turma teve 22 meses de capacitação e atividades, e 300 vagas. O prefeito Bruno Reis participou do evento, ocorrido na sede da prefeitura, e anunciou que a próxima turma terá 600 vagas. A data e mais detalhes sobre as inscrições ainda serão divulgadas. 

“São jovens que tiveram a oportunidade do primeiro emprego. Com isso, a gente está conciliando a formação educacional com a capacitação profissional. Muitos deles, inclusive, já vão seguir empregados tanto na prefeitura como na iniciativa privada, vão dar novos passos na vida, ingressar em faculdades, sendo que já terão vencido a barreira de ter tido a oportunidade do primeiro emprego. Esse é um dos programas que mais faz sucesso na prefeitura”, afirmou.

Prefeito com estudantes e gestores do projeto (Foto: Betto Jr/ Secom)

Durante o discurso, após ouvir o depoimento de alguns estudantes, o prefeito resolveu doar aos alunos o tablet que o Município tinha emprestado para que eles pudessem estudar. A decisão de última hora provocou um alvoroço entre os jovens e aplausos. A projeto é voltado para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade, para quem esses equipamentos fazem muita diferença.

A estudante Beatriz Fernandes, 20 anos, moradora de Plataforma, no Subúrbio Ferroviário, disse que conseguiu aprimorar os conhecimentos. “Melhorei minha leitura, a minha escrita e minha comunicação ficou melhor. Foi uma experiência muito boa que eu vou levar para a vida”, disse.

Regras
Para participar do projeto é preciso ter entre 14 a 22 anos, ser estudante da rede pública de ensino regular ou concluinte do ensino médio. Os aprovados são contratados como trabalhadores formais. Eles recebem capacitação continuada de 1.280 horas teórico-práticas e participam de atividades transversais com objetivo de ampliar o olhar para questões humanitárias e de cidadania.

Os certificados serão entregues na próxima semana e o encontro de encerramento foi batizado de ‘Uma Jornada Transformadora 2 – Juventude, Expectativas e Mercado de Trabalho’. A Diretora-Geral do Parque Social, Sandra Paranhos, contou que o projeto oferece também acompanhamento individual aos estudantes.

“Temos como um grande diferencial a orientação individual que oferecemos ao jovem para construção do seu projeto de vida. Nesse processo, os participantes também recebem orientação psicossocial, quando necessário, com envolvimento dos familiares. O Jovem Aprendiz Empreendedor representa uma grande oportunidade de desenvolvimento, crescimento e inclusão no mundo do trabalho”, afirmou.

O evento teve também uma palestra intitulada ‘O futuro começa hoje’, ministrada por Emilly Cerqueira, psicóloga e orientadora profissional de carreira, além de apresentações sobre oportunidades futuras e importância da continuidade do aprendizado, Plataforma Salvador Tech e programa Co.liga.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas