Cerca de 50% do público-alvo está imunizado com a 1ª dose em Salvador

coronavírus
21.06.2021, 13:55:00
Atualizado: 21.06.2021, 14:41:11
Atualmente, a cidades está imunizando pessoas com 47 anos ou mais (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO )

Cerca de 50% do público-alvo está imunizado com a 1ª dose em Salvador

Nesta segunda, quantidade está em 48%, mas vacinas são suficientes para alcançar 50% até amanhã

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma das metas da prefeitura era imunizar metade da população com 18 anos ou mais, o público-alvo da vacina contra o novo coronavírus, até o final de junho, mas esse percentual pode já ser alcançado nesta terça-feira (22). Apesar do resultado positivo, essas pessoas ainda não estão totalmente protegidas já que é necessária a segunda dose para a imunização estar completa.

O prefeito Bruno Reis fez uma entrevista coletiva virtual, nesta segunda-feira (21), para atualizar os números da pandemia e as informações sobre a vacinação. Até agora, quase 962 mil pessoas foram protegidas com a primeira dose da vacina em Salvador, o que representa 48% da população com 18 anos ou mais, e 409 mil delas já receberam também a segunda dose. No total, foram aplicadas 1.371.013 doses na capital baiana.

“48% da população imunizada é um número expressivo. Eu disse que a nossa meta era chegar a 50% até o final de junho, mas vamos chegar a isso amanhã. E dependendo da quantidade de novas doses que cheguem hoje podemos avançar para pessoas com 46 anos já partir de amanhã”, disse.

Segundo os dados da prefeitura, Salvador tem quase 950 mil moradores entre 46 e 18 anos, ou seja, a parcela da população que ainda precisa ser protegida, mas 232 mil delas já receberam a vacina porque fazia parte de algum dos grupos prioritários, como trabalhadores da saúde, da educação ou pessoas com comorbidades. Não foi divulgado o número de pessoas com mais de 46 anos que ainda não se imunizou. 

O município também fez uma estimativa da quantidade de público dos 12 aos 18 anos. Seria mais 717 mil soteropolitanos na fila da vacina. Bruno Reis voltou a defender que a vacinação exclusivamente por idade é a forma mais ágil de imunizar a população, e afirmou que para frear o avanço da pandemia, além da vacina, é preciso que a população adote as medidas de proteção, como o uso de máscara e evitando aglomerações. Ele prometeu intensificar as fiscalizações durante o São João.

Pandemia
Os números da pandemia estão mais baixos essa semana em relação a semana passada, mas ainda espiram cuidados. A taxa de mortes provocadas pela covid-19, está em cinco casos por dia. Na semana passada, eram 15 óbitos a cada 24h. O número de novos casos diminuiu de 214 para 34 pacientes/ dia, e o fator RT, que mede a taxa de contaminação do novo coronavírus, reduziu de 0,24 para 0,07.

Já a taxa de ocupação dos leitos não mudou muito. Na UTI, 76% das vagas estão ocupadas e na enfermaria 68% dos leitos clínicos têm pacientes. Na semana passada, a ocupação da UTI era de 79% e de leitos clínicos de 67%. Na rede privada, os seis principais hospitais de Salvador estão com taxas de ocupação entorno dos 70%.

A cidade amanheceu com sete pacientes aguardando nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) por regulação, sendo um de UTI e seis de enfermaria. Nas 24 horas anteriores, outras 40 pessoas haviam sido transferidas para hospitais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas