Chamado de Kanye West, jacaré viciado em sexo é colocado de castigo: 'Para acalmar'

em alta
29.10.2021, 08:20:12
(Foto: Reprodução)

Chamado de Kanye West, jacaré viciado em sexo é colocado de castigo: 'Para acalmar'

Foram necessários 12 homens para conter e carregar o animal cheio de testosterona

Foram quase dois anos de atraso, mas o isolamento social finalmente chegou ao mundo animal - só que por um motivo diferente. Um jacaré chamado de Kanye West precisou ser afastado do grupo, em um zoológico na Austrália, após se tornar um "viciado em sexo". 

O jacaré 'animadinho' pesa 350 quilos e tem quatro metros de comprimento. Por isso, para movê-lo de lugar, 12 cuidadores tiveram que lutar contra Kanye West, nome dado em homenagem ao rapper americano. 

Agora, o predador ficará alguns meses de castigo "para se acalmar e refletir", noticiou o "Daily Mail".

Um vídeo registrado por funcionários do Australian Reptile Park, mostrou as dificuldades enfrentadas para tirar o jacaré da lagoa onde ele vivia com mais 54 jacarés. o animal tem 80 dentes e mandíbulas fortes o suficiente para partirem um casco de tartaruga.

Kanye West só sairá do confinamento após os seus níveis hormonais baixarem.

Na época do acasalamento, jacarés machos demonstram maior agressividade tanto para atrair fêmeas quanto para manter a concorrência afastada. O diretor do zoológico, Tim Faulkner, porém, disse que Kanye West estava levando o comportamento "longe demais", "aterrorizando" os colegas de lagoa.

"Kanye saiu muito explosivo da hibernação, tornando-se um perigo para ele mesmo, para outros jacarés e para a equipe", afirmou Tim ao canal local ABC 12. "Ele é jovem, cheio de testosterona e está causando estragos. Então a melhor coisa a fazer é enviá-lo ao 'cantinho do castigo' para um período de reflexão", completou ele.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas