Cidade do Ceará tem pico de coronavírus após propagação em evento católico

coronavírus
02.04.2020, 11:35:20
Capela da comunidade Shalom (Foto: Reprodução)

Cidade do Ceará tem pico de coronavírus após propagação em evento católico

Dos 14 casos registrados em Aquiraz, no litoral do Estado, 12 são relacionados ao grupo Shalom

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Segundo município com maior número de casos de covid-19 no Ceará, atrás apenas da capital Fortaleza, a cidade de Aquiraz viu o seu número de infectados por causa de uma comunidade católica. Segundo a revista Epoca, alguns membros da Shalom foram para um evento religiodo em outra cidade, com a presença de estrangeiros, e retornaram infectados.

A partir disso outros seguidores também foram contaminados dentro da Shalom, fazendo com que 12 dos 14 casos registrados na cidade ocorresem dentro da comunidade. 

O que chama a atenção é que a cidade, famosa por seus parques aquáticos como o Beach Park, tem a maior taxa de infecção por habitante do estado - 14 dentre seus 80 mil habitantes.

Além dos 12 casos confirmados dentro da comunidade localizada em um distrito do munício, existem outros 37 casos suspeitos, muitos concentrados neste grupo religioso.

A Shalom é classificada como uma “associação privada de fiéis”, chancelada pela Igreja Católica, com atuação em dezenas de países, incluindo o Brasil.

Os infectados estão em isolamento. Outros casos suspeitos na mesma comunidade também foram colocados em quarentena. Desde então, funcionários da Secretaria visitam o local para monitorar os pacientes, que têm entre 23 e 45 anos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas