Cinco desfiles imperdíveis do Dragão Fashion Brasil Festival

Moda
27.05.2017, 18:50:00

Cinco desfiles imperdíveis do Dragão Fashion Brasil Festival

Elegemos coleções que deram o que falar até agora na passarela da maior semana de moda autoral da América Latina

Além de conferir os desfiles das marcas baianas Aládio Marques, VillÔ Ateliê e Jeferson Ribeiro, escolhemos mais cinco momentos que deram o que falar na passarela do Dragão Fashion Brasil Festival. A maior semana de moda autoral da América Latina começou na quarta-feira passada e termina neste sábado (27), no Terminal Marítimo de Passageiros de Fortaleza, Ceará. Em sua 18ª edição, o evento reuniu 43 desfiles e nós elegemos os mais emocionantes. Confira:

O amém de Lindeberg Fernandes (Fotos: Nicolas Gondim/divulgação)

O show de Lindeberg Fernandes

Não tem erro, desfile de Lindeberg Fernandes é garantia de show de passarela. Desfilando no Dragão desde o início, ele nunca decepciona com sua moda questionadora, que sempre traz uma mensagem – suas camisetas emblemáticas são um exemplo. Para a 18ª edição da semana de moda, ele buscou memórias da infância, relações familiares e religiosas para criar sua coleção. O centenário das aparições de Nossa Senhora, em Portugal, inspirou as peças, carregadas referências católicas tanto nos looks, muitos parecidos com vestes de padres e freiras, quanto nas estampas e atitude dos modelos na passarela. Destaque para a linha de óculos que o criativo desenvolveu para a ótica Di Poly.

As cores e texturas da feira fashionde Melk ZDA

O luxo de Melk ZDA Atelier

Ir à feira para Melk pode ser uma experiência luxuosa. O estilista pernambucano trouxe uma coleção com humor sofisticado em que a maçã foi a protagonista e as embalagens de fruta inspiram a textura das peças. Um riquíssimo trabalho de bordado, uma cartela de cores inusitada – com verdes, vinhos, vermelhos, roxos e rosas – e ótimos acessórios fizeram com que cada look provocasse um desejo de consumo imediato. 

As ricas tramas de Almerinda Maria

A renda de Almerinda Maria

Ela tem 30 anos de carreira, 40 artesãs em seu ateliê e clientes espalhadas pelo mundo. As tramas de Almerinda Maria são famosas porque aliam a perfeição do artesanato tradicional cearense com a sofisticação de peças luxuosas. As rendas de bilro, renascença, labirinto francesa e richelieu ganham design contemporâneo em looks que deixa qualquer mulher pronta para a festa mais sofisticada. E Almerinda garante que não está há tanto tempo no mercado à toa: “não gosto de mesmice, eu quero é surpreender”, e ela sempre consegue. 

A sensualidade sportwear de Wagner Kallieno

O sportwear de Wagner Kallieno

O corte dele é preciso. O acabamento é primoroso e a estética das peças – com uma pegada sportwear - dialoga com o mundo contemporâneo. Os atuais cenários políticos, culturais e comportamentais foram o mote para a coleção, que abordou o preconceito e as lutas travadas no mundo. Tudo isso sem fugir daquela sensualidade característica do trabalho de Kallieno. Destaque para a cartela de cores com tons quentes e fortes, como vermelho, azul escuro e  verde-floresta, além do preto, com quais criou estampas que traziam ora animais fortes ora traziam flores, num misto de agressividade e delicadeza. Neoprene e tactel foram elevados à outra categoria, dando forma a looks sofisticados.  

A lacração vibrante do Babado Coletivo

A lacração do Babado Coletivo

A feira colaborativa Babado Coletivo é também um grupo de criativos que nunca deixa a desejar no quesito lacração. O desfile é um dos mais disputados pela galera mais jovem porque traz em seus looks e na atitude dos modelos o empoderamento que é marca registrada do movimento, formado por 14 marcas autorais cearenses. Para a turma do Babado, um corpo é um corpo, seja ele qual for. E é pra ele que se cria roupas coloridas e exibidas.  

*A jornalista viajou a convite do evento

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas