Cinco envolvidos com tráfico e homicídios entram no Baralho do Crime da Bahia

bahia
16.03.2022, 17:33:00
(Divulgação/SSP)

Cinco envolvidos com tráfico e homicídios entram no Baralho do Crime da Bahia

Três deles integram a mesma organização criminosa que tem como área de atuação a cidade de Dias D'Avila

Cinco homens procurados pelas práticas de homicídios e tráfico de drogas foram inseridos no Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP), nesta quarta-feira (16). Eles agora fazem parte da seleção dos criminosos mais procurados da Bahia. 

Três deles -  Ás de Ouro (Luciano Mendes Ferreira o 'Coroa ou Luciano Bonitão'), 9 de Ouro (Jeferson de Jesus Amorim, 'Gela, Parrudo ou Meu Pai') e o 8 de Ouro (Leonardo Santos, o 'Abadias') integram a mesma organização criminosa que tem como área de atuação a cidade de Dias D'Avila, na Região Metropolitana de Salvador RMS. Coroa é considerado pela polícia como líder da quadrilha. 

Além do trio, também passam a integrar a ferramenta Thomas Douglas Araújo dos Santos Silva, que passa a ocupar a carta  2 de Ouros e Rafael Andrade Miranda, conhecido 'Rafa Pony, Pão ou Paizão', na carta  5 de Ouros.  Eles atuam nas cidades de Jacobina e Jequié, respectivamente.

(Divulgação/SSP)
(Divulgação/SSP)
(Divulgação/SSP)
(Divulgação/SSP)
(Divulgação/SSP)

A relação dos integrantes do Baralho do Crime pode ser consultada no site disquedenuncia.com e informações sobre esses e outros criminosos devem ser repassadas para o Disque Denúncia, por meio do telefone 181 ou através da plataforma on-line do ‘Denuncie Aqui’, de forma gratuita e sigilosa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas