Com dois de Lewandowski, Bayern vence o Barcelona no Camp Nou

esportes
14.09.2021, 18:40:00
Atualizado: 14.09.2021, 18:41:00
Müller e Sané comemoram vitória do Bayern (Lluis Gene/AFP)

Com dois de Lewandowski, Bayern vence o Barcelona no Camp Nou

Chelsea e Juventus também ganham; Cristiano Ronaldo abre placar, mas Manchester United leva virada

Depois de um primeiro tempo equilibrado, o Bayern de Munique deslanchou e derrotou o Barcelona, por 3x0, nesta terça-feira (14), no Camp Nou, pela primeira rodada do Grupo E da Liga dos Campeões. O polonês Lewandowski, com dois gols marcados, foi o destaque da partida.

Sem Messi, que se transferiu para o Paris Saint-Germain, o Barcelona perdeu muito seu poder de definição no ataque, mas mesmo assim conseguiu disputar os primeiros 45 minutos em igualdade de condições com o Bayern. As duas equipes tiveram boas oportunidades. Enquanto os alemães pararam na boa atuação de Ter Stegen, autor de uma bela defesa, os espanhóis falharam nas finalizações.

Além do maior entrosamento do time alemão, o lance de desequilíbrio na partida ocorreu aos 33 minutos, quando Thomas Mueller arriscou de fora da área, a bola bateu na zaga, tirando Ter Stegen da jogada: 1x0 para o Bayern.

No segundo tempo, o panorama da partida mudou, pois o Bayern deixou a iniciativa para o Barcelona, que demonstrou despreparo tático. A equipe alemã aproveitou para contra-atacar com eficiência e ainda contou com o oportunismo de Lewandowski, que em duas oportunidades surgiu dentro da área para aproveitar os rebotes e ampliar a vantagem para 3x0.

Esta foi a primeira derrota do Barcelona como anfitrião em partidas de primeira rodada da Liga dos Campeões. Já o Bayern não perde na principal competição europeia há 19 jogos.

Cristiano Ronaldo faz gol, mas Manchester United perde

Em seu segundo jogo após o seu retorno ao Manchester United, o atacante português Cristiano Ronaldo marcou gol, bateu recorde e até socorreu uma mulher que trabalhava como fiscal ao lado do gramado, mas não conseguiu levar o Manchester United à vitória sobre o Young Boys, em Berna, na Suíça. Pelo Grupo F, os ingleses foram derrotados por 2x1, com um gol no último lance.

O Manchester United começou melhor e aos 12 minutos abriu o placar. Em uma jogada pela esquerda com Bruno Fernandes, o cruzamento de trivela foi na medida para Cristiano Ronaldo. Quase no limite da linha de impedimento, o português apareceu sozinho nas costas da zaga e bateu para o gol de primeira. O goleiro Von Ballmoos ainda tentou a defesa, mas não conseguiu.

Na sequência, Cristiano Ronaldo teve outra grande chance, mas desta vez o goleiro do Young Boys conseguiu fazer a defesa. O problema para os ingleses é que, aos 35 minutos, o lateral-direito Wan-Bissaka foi expulso por entrada violenta e isso permitiu que os suíços dominassem as ações da partida a partir daí.

Na segunda etapa, a pressão do Young Boys foi grande e o empate saiu aos 20 minutos. Elia recebeu sozinho na direita e fez o cruzamento. A bola passou na primeira trave por Hefti, mas chegou para o atacante Ngamaleu completar na pequena área.

Já sem Cristiano Ronaldo em campo - foi substituído aos 26 minutos -, o Manchester United continuou sendo pressionado e o castigo veio aos 49, com direito a uma entregada da zaga. Matic tentou sair jogando com Lingard, que errou o passe ao tentar fazer um recuo e entregou a bola no pé de Siebatcheu. Ele saiu cara a cara com o goleiro espanhol De Gea e bateu colocado, estufando as redes.

Chelsea bate Zenit com gol de Lukaku; Juventus passa fácil por time sueco

O atual campeão Chelsea estreou com vitória. O triunfo por 1x0 no equilibrado duelo com o Zenit, da Rússia, foi conquistado graças a Romelu Lukaku, que marcou de cabeça o gol do jogo no Stamford Bridge. Contratado por cerca de R$ 713 milhões, o atacante belga retornou ao time inglês depois de sete anos e vai justificando no início desta segunda passagem por Londres a alta quantia investida nele.

O Chelsea não encontrou facilidade para despachar os russos na estreia. Fez um jogo apenas burocrático e só conseguiu superar o forte bloqueio defensivo do Zenit graças à qualidade de Lukaku e Azpilicueta. Aos 23 minutos do segundo tempo, o lateral espanhol cruzou da direita na cabeça do belga, que testou no canto direito.

O time russo se armou para se defender e sair nos contra-ataques, mas eles foram raros. Os brasileiros Claudinho e Malcom foram titulares, além de Douglas Santos e Wendel. Quando o placar marcava 0x0, o meia ex-Bragantino deixou Azmoun na cara do gol, mas ele demorou muito para finalizar e foi bloqueado na grande área por Rüdiger, que vibrou como se fosse um gol.

Os ingleses pararam de atacar depois de abrir o placar e sustentaram a vantagem até o final, somando três pontos no Grupo H, mesma pontuação da Juventus, o outro time da chave que venceu nesta rodada de abertura. A equipe italiana arrasou o Malmö na Suécia. Com boa atuação de Dybala e Morata, ganhou com facilidade, por 3x0.

Todos os gols foram marcados no primeiro tempo. O brasileiro Alex Sandro abriu o placar aos 23, Dybala fez o segundo de pênalti aos 45 e Morata marcou o terceiro um minuto depois para fechar a conta ainda na etapa inicial.

Juventus e Chelsea duelam na próxima rodada em jogo que valerá a liderança da chave. A partida será em Turim, na Itália, e está marcada para o dia 29 deste mês. Derrotados na estreia, Zenit e Malmo não somam pontos e vão se enfrentam na Rússia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas