Com fortes chuvas, Salvador aciona sirenes de emergência em mais 2 bairros

salvador
09.04.2021, 19:17:02
Atualizado: 10.04.2021, 00:20:48

Com fortes chuvas, Salvador aciona sirenes de emergência em mais 2 bairros

Na noite desta sexta, alertas tocaram no Calabetão e no Bom Juá; Alto da Terezinha, Castelo Branco e Sete de Abril também foram alertadas nesta sexta

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As fortes chuvas em Salvador desta sexta-feira (9) seguem deixando comunidades em alerta. Na noite desta sexta (9), as sirenes de alerta tocaram em mais dois bairros, primeiro no Calabetão, e depois no Bom Juá. Com isso, os alertam foram feitos em cinco bairros da capital somente nesta sexta. Ao longo do dia, as sirenas também tocaram nas comunidades do Alto da Terezinha (Mamede), no Subúrbio Ferroviário, nesta madrugada; em Moscou, Castelo Branco, e no meio da tarde no bairro de Sete de Abril.

As sirentes integram o Sistema de Alerta e Alarme da Defesa Civil de Salvador (Codesal) que é acionado quando o acumulado de chuvas atinge 150mm em 72h, com o objetivo de alertar os moradores e evacuar famílias em função do risco de deslizamento de terra devido as fortes chuvas que atingem a capital baiana.

Inicialmente, a sirene emite um sinal sonoro e em seguida, a mensagem explicando que há risco de deslizamentos na área, alertando aos moradores que se dirijam para locais seguros e pontos de apoio.

Foram registrados em 72h acumulados de 172,2mm, em Mamede; 159,6mm, em Moscou; 151,6mm, em Bosque Real".

De acordo com o boletim da Codesal até 18h30, foram registradas 607 ocorrências em decorrência das chuvas em Salvador. As ocorrências variam entre valiações de imóveis alagados, ameaça de deslizamento e deslizamentos de terra. Até o meio da tarde, a região que mais concentra ocorrências era a do Cabula/Tancredo Neves. 

A Codesal segue em plantão de 24h todos os dias da semana. Em caso de emergência o órgão pode ser contactado através do telefone 199.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas