Com novos viadutos, trajeto para chegar ao Parque da Cidade cai para 300m

salvador
24.12.2019, 05:00:00
(Foto: Complexo viário foi batizado em homenagem a João Gilberto (Foto: Arisson Marinho/CORREIO))

Com novos viadutos, trajeto para chegar ao Parque da Cidade cai para 300m

Complexo viário João Gilberto, que integra o BRT, foi inaugurado nesta segunda-feira (23) na região do Itaigara

Uma economia de tempo, de distância e até de combustível. Quem trafegar pela Avenida ACM, a partir de agora, deve encontrar um trânsito diferente dos últimos meses. As mudanças são devido à liberação do tráfego do Complexo Viário João Gilberto, na região do Itaigara. Inaugurado na manhã desta segunda-feira (23), o complexo formado por dois viadutos faz parte do sistema BRT. 

Cada um dos dois viadutos terá uma redução de percurso. Só para dar uma ideia, alguém que vinha da Avenida Paralela em direção ao Itaigara tinha que seguir pela Avenida Juracy Magalhães e fazer o retorno nas imediações do Mercado do Rio Vermelho. Agora, basta acessar o viaduto, pouco antes do Cidade Jardim, e cair direto nas proximidades do Parque da Cidade – o que era feito em 2.700 metros passou a ser percorrido em 350 metros. 

Já quem saía do Itaigara com destino à Avenida Juracy Magalhães precisava fazer o retorno que ficava em frente ao Lar Shopping. Mas, com o outro viaduto, é possível ir praticamente do Parque da Cidade até aquela avenida. O antigo retorno, por sua vez, será fechado definitivamente na quinta-feira (26). Assim, os motoristas vão chegar ao mesmo lugar que chegavam perconrrendo dois mil metros em apenas 300 metros. 

"Essa era uma solução esperada há muitos anos pela cidade. Quando preparamos o projeto do BRT, a gente se preocupou que não fosse só uma solução de transporte, mas uma solução de trânsito. A gente sabe de toda a expansão que houve nessa região", destacou o prefeito ACM Neto, durante a solenidade de inauguração. 

Por dia, cerca de 340 mil pessoas transitam por toda a área onde existirá o sistema BRT – da Estação da Lapa ao Shopping da Bahia, passando pelas Avenidas Juracy Magalhães e ACM. Segundo o secretário municipal de Obras e vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, sete em cada dez linhas de ônibus passam pela área. 

Dos 1,2 milhão de veículos existentes na cidade 200 mil transitam ali. “É uma obra importantíssima para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, afirmou Bruno Reis. 

Minutos
Não há cálculos oficiais para a redução do tempo, mas a expectativa é de que percursos que antes eram feitos em mais de 20 minutos sejam feitos em muito menos – dois ou três minutos, em alguns casos. Para o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, o efeito é imediato. 

“Existe uma contagem que mostra que 70% desses veículos que vêm da Pituba e do Itaigara, na verdade, querem vir para a Juracy Magalhães e seguir em direção à Avenida Garibaldi. Antes, eles tinham que fazer o retorno no Lar Shopping, mas, agora, todo mundo que vai para a Lucaia já vai subir o viaduto e cair direto”, explica Muller. 

De acordo com o prefeito ACM Neto , a entrega dos viadutos – que são a primeira inauguração do BRT – deve trazer uma dinâmica diferente à fluidez de veículos naquela área.

"A gente espera devolver o conforto e atenuar os efeitos que a obra do BRT vem causando. As pessoas vão começar, a partir de hoje, a ver os primeiros resultados do projeto que foi muito polêmico em um determinado momento, mas que sempre tivemos muita segurança dos resultados importantes para a cidade”, completou ACM Neto. 

Quem passou por lá nesta segunda-feira, como o entregador Ícaro Salles, 22, notou a redução do fluxo de veículos na Avenida ACM. “Pego muito esse trânsito porque circulo muito aqui, mesmo rodando a cidade toda. Acho que deve melhorar agora”, comentou. 

O frentista Osvaldo de Jesus, 51, trabalha em um posto de gasolina praticamente em frente ao viaduto. Ao longo da manhã, foi percebendo uma retenção menor do que vinha vendo, nos últimos meses, devido à obra.

“Desembolou mais porque estava tudo engarrafado. Parece que deu uma liberada. Eu pego 6h aqui, mas geralmente fico no congestionamento na volta para casa. Tomara que hoje leve menos tempo”, disse ele, que mora no Garcia. 

O vigilante Luiz Borges dos Santos, 35, também passa diariamente pelas Avenidas ACM e Juracy Magalhães. Morador da Avenida Paralela, trabalha em Brotas. “Estava engarrafado todo dia, a ponto de eu tentar fugir por outros lugares. Hoje já senti mais livre”, contou Luiz. 

Construção das próximas etapas do BRT deve ser iniciada nos primeiros meses de 2020 
A obra do BRT foi dividida em três etapas. O complexo de viadutos faz parte da primeira etapa do projeto, que foi iniciada em junho do ano passado e deve ser concluída até novembro de 2020. Segundo o vice-prefeito e secretário municipal de Obras, Bruno Reis, 55% das intervenções da primeira etapa já estão prontas. 

“Os grandes marcos da primeira etapa são esses viadutos, mas também temos os elevados da esquerda do Cidadela, que serão entregues antes do Carnaval. Os da direita ficarão prontos antes do São João”, garantiu o vice-prefeito. 

A primeira etapa compreende as intervenções que vão da região do Shopping da Bahia até o Parque da Cidade, com recursos de R$ 242 milhões. 

A segunda etapa está em fase de licitação. Atualmente, cinco consórcios estão disputando a construção. Todos apresentaram propostas. Em janeiro, a prefeitura deve abrir a nota técnica e o preço, de acordo com Reis. A obra está orçada em R$ 311 milhões, mas é possível que haja redução a partir das propostas das empresas. 

Já a terceira etapa, que vai do Parque da Cidade até a Pituba, teve licitação lançada na semana passada. O investimento será de R$ 47 milhões. A previsão é de que as obras para as duas sejam iniciadas em março.  

Confira outras dez intervenções que modificaram o trânsito em Salvador nos últimos anos 

A pedido do CORREIO, o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, listou 10 das mudanças viárias que mais tiveram impacto no trânsito da cidade nos últimos. 

Avenida Jorge Calmon – Inaugurada em 2016, a via liga Cajazeiras 5 a Cajazeiras 10. “Foi um resultado muito positivo”, avalia o superintendente da Transalvador. Com 1,5 quilômetro de extensão, a avenida começa nas imediações da 13ª Delegacia (Cajazeiras) e do Mercado Municipal do bairro e segue em sentido único até Cajazeiras 5. 

Jardim dos Namorados – Em 2017, foi a vez da duplicação da Avenida Octávio Mangabeira, na Orla da Pituba, e nas imediações do Colégio Integral. O objetivo era desafogar o trânsito da região. 

Avenida Mãe Stella de Oxóssi – Inaugurada no início de 2019, a nova via recebeu investimentos de R$ 7,8 milhões. Na época, segundo a Transalvador, os engarrafamentos na Paralela chegavam a três quilômetros entre o Bairro da Paz e a entrada de Stella Maris. “Essa obra teve grande benefício para toda a Avenida Paralela”, diz Muller. 

São Cristóvão – A Avenida São Cristóvão, inaugurada no início desse mês, passou por requalificação desde o início do ano. Ao todo, R$ 12,2 milhões foram investidos no quilômetro de extensão da avenida, além de 650 metros da 1ª Travessa 3 de Maio. Também houve obras de drenagem. 

Avenida Suburbana – Em 2016, a via que percorre o Subúrbio Ferroviário passou por uma grande requalificação e ganhou uma ciclovia de 14 quilômetros. “Nessa requalificação, atacamos muitos pontos e um que acho muito positivo foi o Largo do Luso”. 

Rua Luiz Maria – Localizada naBaixa do Fiscal, também foi requalificada em 2016. Com investimentos de R$10,5 milhões, houve duplicação da pistas e construção de ciclovia.

Avenida Dois de Julho – Também em 2016, teve investimentos de R$ 60 milhões. Segundo a prefeitura, reduziu o tempo final de viagem até a região central de Cajazeiras de 50 para 10 minutos.

Imbuí – As obras no bairro foram realizadas em 2017. “Tivemos cortes de canteiros, na região do Marback, pequenas intervenções que facilitaram o fluxo de veículos”. 

Iguatemi – Uma das grandes mudanças na cidade foi em 2014, na região do Iguatemi. Na época, foram sete intervenções, a exemplo de criação de cruzamento, a modificação de outro - o do Hiperposto - e no fechamento de um terceiro - o que ficava em frente ao Shopping Capemi.

Avenida Paulo VI – Desde o fim de 2013, a avenida Paulo VI tem uma via exclusiva para ônibus e conta com sentido único para carros. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fundacao-pierre-verger-tem-2o-batizado-de-capoeira-da-dende-de-aro-amarelo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-do-carnaval-hoje-tem-ivete-praca-castro-alves-e-mais/
Jorge Gauthier traz os destaques do dia para o folião
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-sobre-jose-mojica-marins-esta-no-youtube-na-integra/
Canal Space liberou produção gratuitamente para homenagear criador de Zé do Caixão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-camarote-marcia-fellipe-relembra-polemica-sobre-irma-dulce/
Márcia Fellipe passou pelo Camarote Salvador nesta sexta-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-3-a-praca-do-povo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-2-a-fuga-do-deposito/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-sera-desfalque-no-carnaval-2020-dessa-vez-sem-polemica/
Craque brincou com a situação em vídeo no Instagram; em 2019 ele estava em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-vai-abrir-desfile-icada-nesta-sexta-feira-21-assista/
Cantora comanda bloco Blow Out, no circuito Dodô (Barra-Ondia)
Ler Mais