Com time reserva, Esquadrão perde para o Bahia de Feira na Fonte

e.c. bahia
30.01.2019, 22:19:42
Atualizado: 31.01.2019, 11:20:23
O tricolor que comemorou na Fonte Nova foi o Bahia de Feira (Arisson Marinho / CORREIO)

Com time reserva, Esquadrão perde para o Bahia de Feira na Fonte

Tremendão segue na liderança; time principal tricolor descansou para o Ba-Vi de domingo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Pode dizer que foi com o time reserva, num jogo de pouco apelo às vésperas de um Ba-Vi, o que for. A verdade é que a atuação desta quarta-feira (30) do Bahia diante do Bahia de Feira, na Fonte Nova, ficou muito aquém de qualquer expectativa da torcida.

Era a chance para reforços como Shaylon, Douglas, Ernando e Matheus Silva e garotos como Ignácio e Caíque, este de 18 anos, mostrarem produção. Mas saíram com um desempenho fraco e uma derrota por 2x0.

O resultado não pesará tanto na classificação do Baiano, mas pode afetar o encaixe desses jogadores. O time principal volta à ativa no domingo (3), às 17h, no Ba-Vi na Fonte Nova pela Copa do Nordeste.

Para o Bahia de Feira, a vitória na Fonte Nova foi fundamental. O Tremendão segue na liderança do Campeonato Baiano, com nove pontos, 100% de aproveitamento e só pode ser passado pelo Vitória, que precisaria de uma goleada nesta quinta-feira (31) sobre o Jacuipense para superar o time feirense no saldo de gols (no momento, 6 a 2).

O jogo
Até que o Bahia teve um bom volume de jogo na etapa inicial. Mas isso aconteceu muito mais pela postura bem "honesta" do Bahia de Feira – fechado na zaga e apostando no contra-ataque – do que pela competência do mandante.

Acontece que, na primeira chance que o Tremendão teve de pôr sua proposta em prática, foi cruel. Com sete minutos, em uma jogada claramente ensaiada, Gabriel Bispo cobrou lateral, recebeu de volta de Bruninho e mandou na área; Jarbas antecipou Ignácio e cabeceou: 1x0.

O Esquadrão teve a chance de devolver pouco depois, aos 14. Em jogada de Shaylon pela esquerda, a bola tocou o corpo do marcador do Bahia de Feira, caído no chão. O árbitro deu pênalti – duvidoso.

Na cobrança, Clayton bateu fraco e Jair pegou no seu canto esquerdo. No rebote, Élber chutou forte e o goleiro pegou de novo.

Fora esse lance, o Bahia teve mais duas chances claras. Aos 25, Matheus Silva cruzou na área e Caíque cabeceou por cima. E aos 29, Shaylon deu belo passe para Élber na área. Ele baixou a cabeça e bateu forte, desviado pela zaga.

O Bahia de Feira também teve a sua. Aos 18, Bruinho puxou contra-ataque pela esquerda e tocou para trás. Vitinho chegou com muita vontade e isolou por cima do gol.

Demorou
O tricolor da capital não progredia. Shaylon segurava demais a bola, o estreante Caíque, substituto de Brumado - vendido para o futebol dinarmaquês - não oferecia presença de área.

Mas o destaque negativo foi Clayton. Depois de perder um pênalti, ele protagonizou outro lance aos 10 da etapa final. Douglas cruzou da direita e o atacante, sozinho na pequena área, de frente para o gol, cabeceou em cima de Jair.

Depois do gol perdido, Enderson tirou Clayton de campo. A torcida vaiou, sem paciência. Mas podia piorar. Aos 23, Matheus Silva errou o passe no meio-campo e deu o contra-ataque para Bruninho. Ele lançou Deon, que cruzou na área, onde achou Dionísio. Gol numa belíssima trama do time de Feira.

O tricolor então viu os minutos finais passarem sem expectativa. Bola pra frente, para o Ba-Vi de domingo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas