Com titulares na academia, Bahia treina para pegar o Inter

e.c. bahia
23.10.2019, 19:34:00
Atualizado: 24.10.2019, 14:55:46
Reservas treinaram no campo do Fazendão enquanto titulares ficaram na academia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Com titulares na academia, Bahia treina para pegar o Inter

Reservas foram para o campo e Roger não deu pistas do time que começa o jogo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia voltou aos treinos de olho no confronto com o Internacional, neste sábado (26), às 19h, na Fonte Nova. Na tarde desta quarta-feira (23), nada de titulares em campo. Apenas os reservas foram para o gramado e trabalharam sob as orientações do técnico Roger Machado. 

O treinador tricolor aproveitou dia para focar nas finalizações e posse de bola. Enquanto os reservas faziam a atividade em campo reduzido, do outro lado do campo o lateral Moisés fez um trabalho específico com a preparação física. Recuperado da lesão na coxa, ele depende apenas no condicionamento para ficar à disposição de Roger Machado. 

Enquanto isso os titulares trabalharam na academia. Para o duelo contra o Colorado, Roger Machado tem um problema para resolver. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o atacante Élber está fora do jogo. Marco Antônio, Lucca e Arthur Caíke surgem como postulantes a vaga no setor. 

Roger só vai começar a montar o time nos dois últimos treinos que o Bahia tem antes de enfrentar o Inter. O primeiro deles será nesta quinta-feira (24), em trabalho fechado para a imprensa e torcida no Fazendão. 

Com 41 pontos, o Bahia está na oitava colocação da Série A. Já o Internacional é o sexto, dentro da zona da Libertadores, com apenas um ponto a mais que o tricolor. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas