Como criar negócios protagonistas da mudança do mundo

kiko kislansky
24.12.2019, 09:00:36

Como criar negócios protagonistas da mudança do mundo


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Acredito que o empreendedorismo pode e vai continuar resolvendo, ou ao menos amenizando, milhares de problemas do mundo. Porém, precisamos de um novo tipo de base para a formação das empresas. Com uma nova base, um novo paradigma de construção de negócios, evoluiremos para um novo patamar organizacional e realizaremos grandes transformações através do próprio mundo corporativo. Para construir esta base, é necessário olhar para dentro. Ela é construída de dentro, para fora.

Durante minha jornada como empreendedor e entusiasta da transformação do planeta através das iniciativas privadas, depois de vivenciar na prática o empreendedorismo consciente, participar e facilitar dezenas de cursos, palestras, treinamentos, escutar grandes mentores e ler dezenas de livros; cheguei à conclusão de que existe um padrão, uma base fundamental para a construção de negócios protagonistas da mudança do mundo. Esta base é formada por três grandes forças. Cada força é um pilar, e estes são interdependentes e imprescindíveis para a sustentação do negócio.

Estas três forças formam o que eu chamo de tríade da transformação dos negócios protagonistas.

A primeira força é: consciência. Tudo começa com o entendimento da palavra “pertencimento”. Todo empreendedor precisa compreender que seu negócio faz parte do todo. E o que o negócio faz afeta o todo. Assim como o que o todo faz afeta o negócio. É simples. É uma única unidade. O negócio é um organismo vivo associado diretamente a uma rede de atores a qual ele se torna interdependente e corresponsável. Só a partir do real entendimento do paradigma da consciência coletiva e pertencimento o empreendedor poderá pensar em utilizar o seu negócio como ferramenta de transformação do mundo.

A segunda força é o propósito. Por que o seu negócio existe? O que o mundo perde se o negócio deixar de existir? Qual a razão de ser do negócio? Qual o legado que está sendo construído? Estas são algumas perguntas que devem ser respondidas por todo empreendedor que deseja transformar o mundo através do seu negócio. É preciso respirar uma razão que vá além do lucro. Qual é a causa real? O lucro é fundamental, claro. Será sempre um objetivo de todas as empresas, mas não pode ser o único. É preciso que o negócio seja movido por uma causa, um propósito impulsionador, uma vibração maior de serviço ao mundo. Esta força exige empatia e senso de contribuição. De dentro para fora, sempre.

O terceiro elemento é: humanização. Para manter uma organização protagonista ativa, é necessário focar nas pessoas. As decisões precisam ser tomadas com base nas pessoas, nos valores humanos, antes dos valores financeiros. A humanização é o elemento que oferece manutenção ao propósito elevado. Através de uma gestão focada no potencial humano, uma cultura regada por amor e cuidado e uma liderança empática e solidária, as pessoas acessam seu potencial máximo e contribuem genuinamente para a causa maior do negócio. Uma pessoa que acorda para trabalhar por uma causa maior é a maior vantagem competitiva de qualquer negócio.

Através da aliança destes 3 elementos essenciais, as empresas saem da inércia e colhem benefícios imensuráveis, como: felicidade no trabalho, altos níveis de engajamento, produtividade elevada, clima organizacional positivo, e além de tudo atingem resultados financeiros extraordinários como consequência.
Ou seja, negócios podem transformar o mundo, gerar felicidade e serem altamente lucrativos. Tudo ao mesmo tempo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pensei-em-me-matar-diz-atriz-de-malhacao-apos-video-em-site-porno-veja-desabafo/
Pillar Costa, que atuou na novela da Globo no ano passado, entrou em depressão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-festeja-40-anos-com-live-repleta-de-convidados/
Any Gabrielly, Léo Santana, Zaac, Hungria Hip Hop, Lore Improta, Bera e Dennis DJ estarão na festa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nivus-ja-rodamos-na-bahia-com-o-novo-suv-da-volkswagen/
Em vídeo, apresentamos as primeiras impressões sobre o veículo que tem piloto automático inteligente e detector de fadiga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais