Como harmonizar vinhos com entradas e pratos principais da ceia de Natal

paula theotonio
12.12.2019, 05:00:00

Como harmonizar vinhos com entradas e pratos principais da ceia de Natal


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A essa altura do mês, o clima natalino já se instalou em sua vida. Certamente sua casa já está enfeitada, seus amigos e familiares já discutiram onde irão celebrar a data especial e você já está pensando no cardápio da Ceia. Como anfitrião ou convidado, chega o momento de pensar em quais vinhos irão acompanhar a longa, festiva e solene refeição, tão carregada de simbolismos para o brasileiro.

Para o sommelier Benício Fernandes, da loja AB Wines Salvador, é possível harmonizar cada etapa do jantar com um estilo de vinho diferente, respeitando o paladar dos convidados e as características de cada prato. 

Assine a newsletter de Paula Theotonio aqui e boa leitura!

Vinhos & Entradas da Ceia de Natal

A partir das 20h, começam a chegar os convidados e nada como um bom espumante brut para recebê-los. Se você foi convidado para um evento, a sua contribuição deve ser um bom rótulo deste estilo, pois ele vai especialmente bem com oleaginosas, frutas secas, pães, tábuas com queijos e embutidos, canapés e até saladinhas leves. 

A sugestão de Benício Fernandes é o Comte de Bailly Blanc de Blancs Brut (R$ 84), um francês da Borgonha feito 100% com a uva Airén. Delicado e elegante, tem aromas de frutas amarelas, como pêssego e damasco; e é perfeito para aperitivos. 

Vinhos & Pratos Principais da Ceia de Natal

As proteínas acabam sendo os protagonistas da Ceia e qualquer harmonização deve levá-las em consideração.

Aves como peru e chester, por exemplo, pedem vinhos leves ou pouco tânicos. Peixes como bacalhau, por sua vez, podem ser harmonizados com brancos sem barrica ou até tintos macios (com exceção do Cabernet Sauvignon), a depender do preparo e dos molhos. 

Carnes suínas, como pernil e tender, vão pedir perfis de vinhos bem diferentes: brancos e tintos com média estrutura para assados sem molhos, ou até rótulos com bom açúcar residual (meio secos) em preparos agridoces.

“Em geral, mire nos rótulos elaborados com as uvas Pinot Noir e Grenache, que resultam em tintos bem leves; ou tintos frutados macios — como os italianos elaborados com as uvas Sangiovese ou Primitivo, ou os portugueses do Alentejo. Se você prefere a refrescância dos brancos, vá de Sauvignon Blanc ou um Chardonnay com rápido ou nenhum estágio em madeira, fáceis de encontrar”, destacou Benício. 

Comte de Bailly Blanc de Blancs Brut (R$ 84)
Comte de Bailly Blanc de Blancs Brut (R$ 84) (foto/divulgação)
Sanctuary Sauvignon Blanc (R$ 170)
Sanctuary Sauvignon Blanc (R$ 170) (foto/divulgação)
Herdade Paço do Conde Tinto (R$ 105)
Herdade Paço do Conde Tinto (R$ 105) (foto/divulgação)
Dal Pizzol Brut Champenoise (R$ 81)
Dal Pizzol Brut Champenoise (R$ 81) (foto/divulgação)
Dal Pizzol Pinot Noir (R$ 80)
Dal Pizzol Pinot Noir (R$ 80) (foto/divulgação)
Domaine Horgelus Côtes de Gascogne Colombard-Sauvignon Blanc (R$ 95)
Domaine Horgelus Côtes de Gascogne Colombard-Sauvignon Blanc (R$ 95) (foto/divulgação)

Sanctuary Sauvignon Blanc (R$ 170) - Com os aromas frutados característicos dos vinhos de Marlborough, na Nova Zelândia, é vibrante, vivaz e agradável. Em boca, notam-se frutas tropicais e cítricas, com longo e refrescante final. 

Domaine Horgelus Côtes de Gascogne Colombard-Sauvignon Blanc (R$ 95) - A combinação dessas duas uvas leves, plantadas em solo francês, resulta em um vinho prazeroso! Exibe aromas de flores brancas, frutas cítricas e tropicais; e na boca é refrescante e saboroso.

Dal Pizzol Pinot Noir (R$ 80) - Excelente exemplar da casta, possui aquela coloração vermelho cereja e aromas de frutos vermelhos bem maduros que a gente tanto ama. No paladar, corpo médio e os taninos macios tornam a experiência saborosa e agradável. 

Herdade Paço do Conde Tinto (R$ 105) - Elaborado com as uvas Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet e Touriga Nacional, este alentejano é bem aromático, tem notas de frutas vermelhas maduras e leves nuances amadeiradas, resultantes do estágio de 3 meses em barricas de carvalho francesas e americanas. Com acidez, álcool e taninos equilibrados, é agradável e acompanha bem os pratos agridoces e bem temperados da Ceia. 

Vinho para (quase) toda a Ceia de Natal

Considerado um curinga em harmonizações, o espumante brut pode ser a sua escolha se você só puder comprar um vinho. A minha dica é o Dal Pizzol Brut Champenoise (R$ 81), elaborado à base de Chardonnay e Pinot Noir — como os grandes Champagnes franceses. 

Com coloração dourada, límpida e brilhante, o borbulhante possui um aroma complexo — com nuances tostadas de amêndoas e pêssego. A acidez vibrante inicial abre espaço para uma sensação harmoniosa em boca.

Já para Benício Fernandes, o rótulo Dal Pizzol Pinot Noir vai ser excelente para toda a noite. 

Descontos para leitores

A AB Wines está com descontos de 20% em todos estes rótulos. E mostrando esta matéria no caixa, você ganha mais 5% — resultando em até 25% OFF! Aproveite!

Serviço:
AB Wines | Dentro do Iberico Bar de Tapas, à Rua Miguel Navarro Y Cañizares, 160 - Pituba, Salvador - BA. Funcionamento: Terça a sábado, das 15h às 22h. Fone: (71) 3036-3492. Instagram: @abwines.distribuidora.


Quer saber mais sobre vinhos? Toda quarta-feira, você pode receber antecipadamente o conteúdo produzido por Paula Theotonio, que traz dicas exclusivas pra descomplicar a relação com o vinho. Assine a newsletter aqui e boa leitura!

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas