Comunidade acadêmica pode ajudar Ufba após corte na limpeza

salvador
10.07.2019, 05:30:00

Comunidade acadêmica pode ajudar Ufba após corte na limpeza

Coleta seletiva e compostagem já são ações da universidade

Para quem trabalha na limpeza da Universidade Federal da Bahia (Ufba), área que sofreu um corte de 12,3% no contrato dos próximos seis meses, a própria comunidade acadêmica pode ajudar a reduzir os danos. O problema é que, segundo eles, são poucos os que têm essa preocupação.

“As pessoas derramam lixo, comida e nem chamam ninguém para limpar. Jogam lixo fora do local, mesmo com lixeiras próximas. Fica muito difícil”, relata Sandra Rodrigues, há três anos e meio na equipe de limpeza.

Sandra, que trabalha na limpeza há três anos e meio, cobra colaboração das pessoas
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

“São poucos os alunos que colaboram, de 100 alunos, se dez ajudam, e são conscientes é muito”, acrescenta o colega Tim dos Reis, também funcionário.

O estudante de Nutrição Juan Messias, 24, reconhece que é preciso colaborar. “Acredito que toda a coletividade precisa colaborar, mas a limpeza já não é satisfatória mesmo antes dos cortes”, avalia.

Umas das formas de assumir o próprio papel é ajudar na coleta seletiva, que foi implantada gradativamente na Ufba desde 2013. No ano passado, a coleta chegou a 100% dos campi, de acordo com o coordenador de Meio Ambiente da Superintendência de Meio Ambiente e Infraestrutura (Sumai) da Ufba, José Antonio Lobo.

Em todas as unidades, há coletores de três cores espalhados: um azul para papel, o amarelo para metal e um cinza para o lixo não reciclável. Nas áreas abertas, foram distribuídos dois pares de coletores – um cinza para não recicláveis e um amarelo para  os recicláveis.

“A adesão da comunidade acadêmica hoje é muito boa. Dentro das unidades, ela funciona melhor. O pessoal tem um pouco mais de cuidado na separação dos resíduos”, diz o professor Lobo.

Aluno de Nutrição, Juan Messias acha que serviço não é satisfatório, mas reconhece que é preciso colaborar
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Para aumentar o engajamento nas áreas externas, a Ufba tem feito campanhas educativas e de orientação para a comunidade. 

Desde que o sistema foi implementado, já foram coletadas 360 toneladas de resíduos: “Todo o material é doado para cooperativas e se transforma em emprego e renda para esses catadores”. Em cada unidade, são os terceirizados da limpeza que fazem a retirada dos resíduos depositados nos coletores. Cada coletor tem um saco plástico da mesma cor para ajudar na separação. 

A Ufba também tem estimulado impressões em frente e verso e adoção de canecas, dispensando descartáveis. “Para dentro, a coleta seletiva tem uma função educativa muito forte e estimula a redução do consumo. Para fora, todo o material se transforma em emprego e renda para as cooperativas”, diz o professor.

Desde 2015, a professora Zênis Novais, do Instituto de Química, coordena a Compostagem Francisco, projeto de extensão que transforma os resíduos dos restaurantes da universidade em húmus, um tipo de adubo orgânico.

A iniciativa dela, que começou com o Restaurante Universitário do campus Ondina, chegou às cantinas dos Institutos de Geociências e Biologia e da Faculdade de Arquitetura e até a outros restaurantes do bairro.

Em uma sala com uma betoneira, um triturador de resíduos e uma balança de precisão, o projeto já produziu a compostagem de 800 quilos de adubo. Entre 2015 e 2017, foram produzidas e distribuídas pouco mais de 7 toneladas de adubo orgânico.

*Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/harmonia-recebe-ludmilla-e-ferrugem-em-gravacao-de-dvd-no-wetn-wild/
Gravação acontece na estreia d'A Melhor Segunda Feira do Mundo, no dia 6 de janeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-juice-wrld-morre-aos-21-anos-nos-estados-unidos/
Ele sofreu convulsão no aeroporto; artistas lamentam
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fotografa-faz-ensaios-para-negros-a-preco-acessivel-no-reconcavo/
Ellen Katarine também é trancista, dreadmaker e estudante de História na UFRB
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thiaguinho-chora-ao-cantar-musica-que-escreveu-para-fernanda-souza-veja/
Cantor começou a se emocionar durante a canção 'Deixa Tudo Como Está'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-morre-e-outras-duas-pessoas-ficam-feridas-em-ataque-de-faccao/
Três homens e uma mulher em um carro atiraram contra moradores em São João do Cabrito
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jovem-se-finge-de-gato-e-mia-embaixo-da-cama-para-nao-ser-achado-por-policiais/
Ele é suspeito de ter participado de um latrocínio em Fortaleza
Ler Mais