Confira os jogadores que serão promovidos ao elenco principal do Vitória

e.c. vitória
15.05.2020, 05:00:00
Sete jogadores do extinto time de aspirantes serão promovidos (Fotos de Letícia Martins/EC Vitória)

Confira os jogadores que serão promovidos ao elenco principal do Vitória

CORREIO revela os sete nomes da equipe de aspirantes que estarão no time de Geninho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O time de aspirantes do Vitória foi desfeito em meados de março em consequência da pandemia do novo coronavírus. Com as atividades na Toca do Leão suspensas e as competições paralisadas, a diretoria encerrou o projeto para reduzir custos. O técnico Agnaldo Liz foi demitido e os atletas terão futuros distintos. Para a maioria deles, o sonho de vestir a camisa vermelha e preta profissionalmente este ano chegou ao fim, mas a frustração não é de todos.  

Sete jogadores mostraram potencial durante o Campeonato Baiano e garantiram espaço no grupo comandado pelo técnico Geninho. O CORREIO apurou que o goleiro Yuri Sena, o lateral direito Wellisson, o zagueiro Carlos, os volantes Figueiredo e Gabriel Bispo, e os atacantes Negueba e Eron foram promovidos ao elenco principal. O comunicado foi feito em 29 de abril, um dia antes do fim das férias coletivas, e eles já estão participando dos treinos virtuais iniciados pelo clube esta semana.

No estadual, 32 atletas entraram em campo com o time de aspirantes para representar o Vitória nas sete rodadas disputadas antes da paralisação. Destes, seis faziam parte do elenco principal desde o início da temporada e foram cedidos em jogos pontuais, como o Ba-Vi. É o caso de Maykon Douglas, Eduardo, Romisson, Matheus Tenório, Rodrigo Carioca e Ruan Levine. Todos seguem integrados, assim como Lucas Arcanjo. O goleiro começou o trimestre na equipe de Agnaldo Liz e terminou como titular do time de Geninho, após contusões de Martín Rodríguez e Ronaldo.

Não fazem parte dos planos para o elenco principal 18 atletas que estiveram com o time de aspirantes, a exemplo do goleiro João Pedro, do zagueiro Dedé, do lateral esquerdo Leocovick, do meia-atacante Nickson e do atacante Caíque Souza.

1 - YURI SENA
Promessa da base rubro-negra, tem 19 anos e 1,90 m. Exibe no currículo algumas passagens pelas categorias de base da seleção brasileira. Com a camisa verde e amarela, disputou o Mundial sub-17, na Índia. No ano passado, o arqueiro foi convocado para a seleção sub-18. Depois, foi um dos 10 jovens atletas chamados pelo técnico Tite para completar os treinamentos do time principal, na Granja Comary, durante a preparação para a Copa América. Ainda na expectativa de estrear como profissional, Yuri é o único dos sete escolhidos que não entrou em campo este ano. Ele ficou no banco da equipe de aspirantes em quatro partidas do Campeonato Baiano. Depois, após a contusão de Ronaldo, quando Lucas Arcanjo assumiu a titularidade do time principal, foi a opção entre os reservas diante de Ceará, pela Copa do Brasil, e River-PI, no Nordestão.

2 - WELLISSON
O lateral direito revelado na Toca do Leão tem 21 anos e estreou como jogador profissional no Campeonato Baiano do ano passado. No dia 31 de janeiro, ele foi titular no empate em 1x1 com a Jacuipense. Após duas rodadas, voltou a entrar em campo no empate em 2x2 com o Bahia de Feira, quando marcou o primeiro e único gol com a camisa rubro-negra. Só retornou ao gramado na 4ª rodada da Série B do Brasileiro, no final da derrota por 3x1 para o São Bento. Depois, Wellisson pisou no gramado só para servir as equipes sub-20 e sub-23, apesar de ter terminado o ano no elenco principal, como opção entre os reservas em 14 rodadas da divisão de acesso. Integrante do projeto de aspirantes desde o início, foi titular nos sete jogos do estadual deste ano e permaneceu dentro das quatro linhas até o apito final em todos eles.

3 - CARLOS
O prata da casa tem 19 anos, começou a temporada no elenco principal do Vitória e chegou a ficar como opção no banco na estreia da Copa do Nordeste, contra o Fortaleza, no Barradão. Logo depois, foi cedido à equipe de aspirantes. Assumiu a titularidade no lugar de Dedé de imediato e estreou como jogador profissional diante da Juazeirense, dia 29 de janeiro, no Baianão. Enfrentou também Vitória da Conquista, Atlético de Alagoinhas, Bahia e só não encarou a Jacuipense porque no mesmo dia esteve entre os reservas do grupo principal no jogo contra o River-PI, pelo regional. Três dias antes, Carlos tinha sido mandado a campo por Geninho pela primeira vez, ao entrar no final do duelo perante o Ceará, na terceira fase da Copa do Brasil.

4 - FIGUEIREDO
Mais novo entre os promovidos, o volante completou 18 anos no mês passado e foi umas das principais surpresas do projeto de aspirantes. Revelado na Toca, também pode atuar como meia. Na temporada passada, se destacou no time sub-17 ao marcar 10 gols em 11 jogos e foi alçado direto ao elenco sub-23 sem passar pelo sub-20. A primeira partida como jogador profissional, ainda com 17 anos, foi na estreia do Campeonato Baiano deste ano, quando o Vitória venceu o Jacobina por 1x0, no Barradão, em 22 de janeiro. Ele também foi titular em outros quatro jogos do estadual, contra Fluminense de Feira, Juazeirense, Vitória da Conquista e Jacuipense. Por opção técnica, não ficou nem no banco nos jogos contra Atlético de Alagoinhas e Bahia. Ele nunca foi relacionado pelo técnico Geninho para partidas do time principal, mas já treinou com o grupo.

5 - GABRIEL BISPO
Capitão do time de aspirantes, o volante tem 23 anos e é o mais velho entre os jogadores promovidos. Ele chegou ao Vitória no ano passado após se destacar no estadual com a camisa do Bahia de Feira. O Vitória tem 50% dos direitos econômicos do atleta, que tem contrato até dezembro de 2022. No ano passado, ele disputou oito jogos, sendo cinco como titular, da Série B do Campeonato Brasileiro, mas não se firmou no time. Nesta temporada, Gabriel Bispo começou em campo em seis dos sete jogos disputados pelo Leão no Baiano. Ele marcou um gol e desfalcou o time por suspensão.

6 - NEGUEBA
Contratado em setembro do ano passado após se destacar na Série C do Brasileiro pelo Globo-RN, clube que o revelou, o atacante tem contrato de cinco anos com o Leão. Pouco tempo depois de chegar à Toca, sofreu uma lesão no ligamento colateral medial do joelho durante um treino. A estreia com a camisa do Vitória aconteceu em 18 de outubro, quando entrou durante a derrota por 1x0 para o Londrina, no Barradão, pela 30ª rodada da Série B. Depois, só voltou a campo este ano, já integrado ao elenco de aspirantes. O atacante de 20 anos foi relacionado para as sete partidas do Baianão, permaneceu no banco em três, entrou no decorrer de outras três e foi titular na última rodada antes da paralisação do estadual. Ainda não balançou a rede com a camisa vermelha e preta.

7 - ERON
É o artilheiro do Vitória em 2020. Com quatro gols marcados, está à frente de Vico, Alisson Farias e Léo Ceará, que marcaram três cada. No elenco de aspirantes desde o começo do projeto, Eron não apenas foi titular como terminou em campo as sete partidas do estadual. O centroavante de 21 anos foi relacionado pelo técnico Geninho na atual temporada uma vez, quando ficou no banco contra o ABC, pela Copa do Nordeste.

Promessa da base, Eron se profissionalizou em 2018, quando estreou no decorrer do empate sem gols com o Sport, em novembro daquele ano, na 34ª rodada da Série A. Voltou a entrar em campo contra o Palmeiras na rodada final e lamentou a queda à Série B.

No começo de 2019, fez dois jogos pela Copa do Nordeste e outros dois pelo Baiano, mas não se destacou e acabou sendo rebaixado à equipe sub-23. Só voltou a ter oportunidade no elenco principal a partir da 15ª rodada da Série B e ganhou sequência com o técnico Geninho, que o aproveitou principalmente nas beiradas do campo nas sete últimas rodadas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas