Conheça o garoto de 7 anos que ganhou R$ 84 milhões em 2018

bazar
04.12.2018, 14:48:00
Ryan comanda o canal Ryan ToysReview (Foto: Reprodução/Instagram)

Conheça o garoto de 7 anos que ganhou R$ 84 milhões em 2018

Menino é youtuber e faz avaliações de brinquedos em seu canal

Pense: o que você faria com R$ 84 milhões? E se você faturasse esse valor só em 2018? E pior: tivesse menos de 10 anos? Pois esse montante é o que Ryan, do canal Ryan ToysReview, ganhou. 

Siga o Bazar nas redes sociais e saiba das novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, tecnologia, pets, bem-estar e as melhores coisas de Salvador e da Bahia:

O lucro, de US$ 22 milhões, fez o garotinho aparecer em primeiro na lista dos youtubers mais bem pagos do mundo. Divulgado pela revista Forbes, o ranking tinha, antes, Jake Paul.

Com mais de 17 milhões de seguidores, Ryan faz sucesso avaliando brinquedos. Os vídeos começaram em 2015, auxiliados pelos pais do menino, na produção. Hoje, o  Ryan ToysReview é tão influente que, quando aquele item aparece no canal, pode se esgotar da prateleira em pouquíssimo tempo. 

Ao todo, o portal da criança no YouTube já passa da incrível marca de 26 bilhões de visualizações. Mas não para por aí: o garoto também fatura com contratos assinados com empresas - por exemplo, o que tem com uma grande rede de supermercados.

Cadastre seu e-mail e receba novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, pets, tecnologia, bem-estar, sexo e o melhor de Salvador e da Bahia, toda semana:

Por decisão de família, o sobrenome e parte da vida pessoal de Ryan são mantidos em sigilo.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas