Conselho do Vitória vai analisar proposta por Pedrinho e Pablo Siles

e.c. vitória
07.10.2021, 10:42:00
Negociação de Pedrinho é pauta de reunião convocada pelo Conselho Deliberativo do Vitória (PIETRO CARPI / ECVITÓRIA)

Conselho do Vitória vai analisar proposta por Pedrinho e Pablo Siles

Reunião extraordinária virtual foi marcada para esta quinta-feira (7), às 18h30

O Vitória tem nas mãos uma nova proposta envolvendo o lateral esquerdo Pedrinho e o volante Pablo Siles. E ela será analisada em reunião extraordinária emergencial convocada pelo Conselho Deliberativo do clube para esta quinta-feira (7). A assembléia acontecerá de forma virtual, às 18h30. A informação foi publicada inicialmente pelo Bahia Notícias e confirmada pelo CORREIO. 

"O motivo é esse. Marquei a reunião porque o presidente do clube, em conversa comigo, disse que estava em contato com o presidente do Athletico-PR e do Danúbio. Vai levar a proposta pra gente dar a transparência, tomar conhecimento, pra ter uma decisão mais acertiva", afirmou o presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, Fábio Mota, ao CORREIO. 

Pablo Siles segue fazendo parte do elenco do Vitória. Já Pedrino, apesar do Leão não ter recebido ainda nenhum valor pela transferência dele, é jogador do Athletico-PR e treina em Curitiba. O lateral esquerdo de 19 anos assinou com o Furacão um contrato de cinco temporadas, válido até agosto de 2026. A nova proposta visa solucionar uma batalha que já está na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF.

Entenda a polêmica
O lateral chegou à Toca aos 10 anos e, em fevereiro, havia renovado o vínculo até 2024. De acordo com o Vitória, o acordo com o Athletico-PR era que o jogador seria regularizado pelo Athletico-PR e, em seguida, emprestado ao Leão até o final da Série B, o que não ocorreu.

A questão é que a venda de Pedrinho estava associada também à negociação do volante Pablo Siles, totalizando R$ 10 milhões. O Vitória receberia do Athletico-PR o valor de R$ 8,5 milhões por Pedrinho e mais R$ 1,5 milhão pelo volante, que pertence ao Danubio, do Uruguai, e está emprestado ao Leão até o final da Série B. No entanto, a negociação de Pablo Siles não foi concretizada.

Pedrinho viajou a Curitiba no final de agosto, realizou exames médicos e retornou a Salvador, mas o imbróglio sobre onde jogaria no restante da temporada fez com que ele não voltasse a treinar na Toca do Leão. Ele ficou mantendo a forma física com a orientação de um preparador físico particular até viajar em definitivo para se apresentar ao Athletico-PR.

Segundo apuração do CORREIO, o lateral foi negociado por R$ 8,5 milhões, e o Athletico deveria ter pago a primeira parcela de R$ 3 milhões nesta semana, o que também não ocorreu. Os demais R$ 5,5 milhões seriam pagos em parcelas futuras.

Em nota, a diretoria do clube baiano afirmou que "desconhece os motivos para o não cumprimento do contrato celebrado entre os clubes, assim como para o não pagamento do valor ajustado". 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas