Copa do Brasil 'tira' R$ 4 milhões do que Vitória projetou no ano

e.c. vitória
15.02.2019, 05:00:00
Atualizado: 15.02.2019, 09:10:16
Situação econômica pode dificultar chegada de reforços (Maurícia da Matta / EC Vitória)

Copa do Brasil 'tira' R$ 4 milhões do que Vitória projetou no ano

Eliminação na 1ª fase impacta também no planejamento para a Série B

O eco negativo da eliminação do Vitória na primeira fase da Copa do Brasil, na quarta-feira (13), para o Moto Club não vai se limitar ao campo. O prejuízo vai ressoar no planejamento para a Série B, principal objetivo do clube no ano e que começa no dia 27 de abril.

A Copa do Brasil era a principal competição para o Leão arrecadar um dinheiro extra no início de 2019 e usá-lo para reforçar o elenco para o Brasileiro. Com a queda precoce, a situação financeira, que já era tida como delicada, piora.

Pelo que consta no orçamento elaborado pela diretoria para 2019, a expectativa era de chegar pelo menos à quarta fase da competição e assim acumular R$ 4,5 milhões em cotas.

Aquele orçamento, de R$ 56 milhões, acabou rejeitado pelo Conselho Deliberativo, que aprovou um de R$ 45 milhões mantendo alguns parâmetros do elaborado pela direção. Ou seja, 10% da receita do atual orçamento de R$ 45 milhões estavam vinculados ao sucesso na Copa do Brasil.

Em 2018, por ter chegado às oitavas de final, o Vitória arrecadou R$ 7,43 milhões – após disputar oito partidas. Como comparação, a Série B 2019 pagará cerca de R$ 7 milhões ao clube, em uma competição que tem 38 rodadas.

Pela partida contra o Moto Club, o Leão recebeu R$ 525 mil. Deixou de receber mais R$ 625 mil em caso de ter passado de fase.

Resta ao Vitória apostar todas as fichas na Copa do Nordeste. O clube já tem R$ 2,21 milhões garantidos pela participação na fase de grupos. Ir às quartas de final vale mais R$ 300 mil, e às semifinais, R$ 375 mil. Ao todo, o campeão leva R$ 3,89 milhões. Já o vice-campeão recebe R$ 3,39 milhões.

Atualmente, o Vitória está em 5º lugar no Grupo A, fora da zona de classificação para as quartas de final. No sábado (16), enfrenta o Ceará, às 16h, no Barradão, pela quarta rodada. Os ingressos estão à venda: arquibancada a R$ 30 / R$ 15 e cadeira a R$ 50 / R$ 25, no Barradão e nos shoppings Lapa, Paralela e Capemi.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas