Coronavírus: 10 casos da variante de Manaus são identificados na Bahia

coronavírus
05.02.2021, 11:54:41
Atualizado: 05.02.2021, 12:21:11
(Divulgação)

Coronavírus: 10 casos da variante de Manaus são identificados na Bahia

Infectados por mutação do coronavírus são do Amazonas e estavam de férias na Bahia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Dez casos da variante do coronavírus (P.1) presente em Manaus foram identificados na Bahia pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA). Ao todo, 32 amostras de pessoas que estiveram no Amazonas foram analisadas geneticamente.

"As amostras foram coletadas nos últimos dias e a investigação preliminar da vigilância epidemiológica aponta a maioria dos pacientes estavam de férias e passaram pelos municípios de Salvador, Irecê e João Dourado, todos com residência na região amazônica", afirma o secretário estadual da Saúde (Sesab), Fábio Vilas-Boas.

Segundo a diretora geral do Lacen-BA, Arabela Leal, “os outros 22 genomas sequenciados não são da variante de Manaus, nem do Reino Unido ou África do Sul. Elas já eram circulantes no estado e foram coletadas de pacientes com sintomas clínicos característicos da Covid-19”, explica.

A P.1 é derivada de uma das variantes predominantes no País, a B.1.1.28. O potencial de transmissão dela pode ser maior por causa da mutação N501Y, presente nas variantes identificadas no Reino Unido e na África do Sul.

A faixa etária dos pacientes diagnosticados com a variante P.1 vai de 7 a 66 anos, sendo sete pessoas do sexo masculino e três feminino. As amostras que testaram positivo para a variante de Manaus foram coletadas em unidade públicas e privadas, sendo, respectivamente, sete e três. 

Para o secretário da Saúde, a forma mais eficaz de se combater o coronavírus é acelerar a vacinação. "Somos os segundo estado do Brasil em número de doses aplicadas, com mais de 254 mil baianos imunizados. Porém, o Ministério da Saúde precisa enviar mais doses, pois somente o grupo prioritário perfaz mais de 5 milhões de pessoas na Bahia", avalia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas