Corpo do 'hipster da Federal' é sepultado em Brasília sob forte comoção

brasil
04.03.2022, 17:47:00
(Reprodução/TV Globo)

Corpo do 'hipster da Federal' é sepultado em Brasília sob forte comoção

Lucas Valença, de 36 anos, morreu após levar um tiro no peito enquanto tentava invadir uma propriedade no interior de Goiás

O corpo do policial federal Lucas Soares Dantas Valença, de 36 anos, que ficou conhecido nacionalmente como "hipster da federal", foi sepultado no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul, em Brasília, nesta sexta-feira (4). Ele foi morto na madrugada desta quinta (3), após invadir uma casa na zona rural de Buritinópolis, em Goiás.

O velório teve a presença de amigos, familiares e agentes da PF, que lotaram o local. No sepultamento, os policiais fizeram um corredor para a passagem do caixão. Um helicóptero sobrevoou o local, soltando pétalas em homenagem a Lucas. Segundo o g1, veículos da Polícia Federal fizeram um cortejo antes do velório.

Segundo familiares de Lucas, ele se encontrava em surto psicótico desde o dia anterior ao da sua morte. O policial teria gritado do lado de fora dizendo que "havia um demônio" na residência, antes da invasão.

No interior da casa estavam o dono, a esposa e a filha do casal de 3 anos. O morador relatou à polícia que ouviu barulhos e uma gritaria com diversos xingamentos. Foi quando a vítima desligou o disjuntor de energia que fica fora da casa e arrombou a porta da sala.

Diante da escuridão e com medo, o morador atirou no policial com uma espingarda. A bala atingiu a barriga. Ele alegou à polícia que agiu em legítima defesa. No entanto, foi preso por posse ilegal de arma de fogo.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas