CORREIO lança campanha para arrecadar doações para as baianas de acarajé

salvador
01.08.2020, 05:00:00
Atualizado: 01.08.2020, 08:14:47
(Arquivo CORREIO)

CORREIO lança campanha para arrecadar doações para as baianas de acarajé

Projeto #colecomasbaianasdeacaraje tem início nesse final de semana com diversas ações no digital e impresso

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A partir deste final de semana, dada a importância social e cultural do ofício, o CORREIO passa a abraçar a causa das baianas de acarajé. A campanha #colecomasbaianasdeacaraje sugiu diante do apelo de muitas dessas mulheres que sustentam suas famílias com o bolinho frito no dendê. Com a pandemia, a maioria delas deixou de vender suas iguarias nos fins de tarde. Iniciamos então um projeto que engloba grandes reportagens sobre o acarajé e ações para ajudar as baianas através de doações imediatas.

Segundo a Associação Nacional das Baianas de Acarajé, Mingau, Beiju  e Similares (Abam), das mais de 2 mil baianas que vendem seus acarajés em Salvador, no momento cerca de 80% estão paradas ou fora de seus pontos se virando como podem. As que trabalham nas praias (no total 750) são as mais prejudicadas. Essas perderam quase que 100% dos clientes e não sabem quando vão poder retornar.

Leia a primeira reportagem sobre a situação difícil que algumas baianas estão enfrentando

Entre as que estão se virando como podem, há as que subvertem o fato de o ofício de baiana ser um trabalho de rua. Algumas recorreram ao aplicativo Ifood. Outras, além do Ifood, resolveram ir para rua vender no sistema drive-thru ou até nas portas e garagens de suas casas.

Leia a segunda reportagem sobre as baianas que estão se reinventando com o aplicativo Ifood e sistema drive-thru

Além das reportagens especiais no site e no impresso, também produzimos ações audiovisuais nas nossas redes sociais. Essa será apenas a primeira fase da campanha. Em breve, divulgaremos os próximos passos. Por enquanto, cole com as baianas e ajude depositando qualquer quantia na seguinte conta bancária (as doações serão revertidas em cestas básicas).

ABAM - Associação Nacional das Baianas de Acarajé, Mingau, Beiju  e Similares.
Caixa Econômica Federal
Código Operação: 003
Ag: 4802 
Conta corrente: 000056-1
CNPJ: 02561067000120

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas