Covid-19 em Salvador: testes rápidos em bairros detectam 84 casos

coronavírus
14.05.2020, 18:40:00
Atualizado: 14.05.2020, 19:07:54
(Secom/Divulgação)

Covid-19 em Salvador: testes rápidos em bairros detectam 84 casos

Apenas nesta quinta (14) foram detectados 33 casos. Seis são Boca do Rio, oito em Nazaré, 16 em Plataforma e três na Pituba

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Até esta quinta-feira (14), foram feitos 1.123 testes rápidos de detecção do coronavírus desde que as medidas regionalizadas para conter o avanço da doença passaram a valer na Boca do Rio, Plataforma e região da Avenida Joana Angélica, na última segunda (11), bem como na Pituba, desde quarta-feira (13). Nesses locais, foram detectados 84 casos positivos da doença, sendo 33 diagnosticados só nesta quinta, de acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) .

Somente hoje foram detectados seis casos positivos na Boca do Rio, oito em Nazaré, 16 em Plataforma e três na Pituba. Em cada uma das localidades foram realizados 80 testes, com um total de 33 positivos. 

A testagem rápida é feita a cidadãos com febre, sintomas gripais ou que tiveram contato com outras pessoas contaminadas com a Covid-19. Na Pituba, o procedimento acontece na Praça Ana Lúcia Magalhães. Em Plataforma, no fim de linha, próximo à Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro. Na Boca do Rio, a iniciativa é realizada próxima ao posto de saúde do final de linha. Por fim, no Centro, é promovida no camelódromo defronte ao Instituto de Previdência de Salvador (IPS), na Avenida Joana Angélica.

Além dessa iniciativa, a Prefeitura disponibilizou equipes de diversos órgãos municipais para reforçar as ações de proteção à vida em todas as quatro localidades com isolamento mais restrito. A estratégia inclui apoio a unidades socioassistenciais com doações de máscaras e álcool em gel e abordagens à população em situação de vulnerabilidade.

Social
Através da ação itinerante do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) fez mais de 600 abordagens sociais e oito acolhimentos na Boca do Rio, Plataforma, Nazaré e Pituba.

O SEAS Itinerante busca a sensibilizar a população em situação de rua para aceitar acolhimento em uma das unidades disponibilizadas pela Prefeitura. Aqueles que não aceitam o acolhimento recebem orientação de atendimento nos Centros Pop, onde há equipes multidisciplinares compostas por assistentes sociais, psicólogos e educadores sociais, durante o dia. Na ocasião, o público também é informado sobre quais locais dispõem de refeições, banho e estrutura para lavar roupas.

Outro serviço disponibilizado pela Sempre é o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Itinerante. Por meio da ação, já foram contabilizados 324 atendimentos e 51 encaminhamentos desde segunda-feira (11). É um meio pelo qual a população pode receber orientações sobre benefícios eventuais, a exemplo de auxílio-moradia e auxílio-natalidade; sobre Cadastro Único e Bolsa Família; além de outros auxílios socioassistenciais, como o programa municipal Salvador por Todos.

As unidades móveis funcionam no final de linha da Boca do Rio e Plataforma, e na Joana Angélica, em frente ao Shopping Center Lapa, sempre 7h às 15h. Nos últimos dias, a Sempre distribuiu 1.8 mil máscaras de proteção, 141 litros de álcool em gel e dois kits de material de limpeza para organizações que fazem atendimentos socioassistenciais na Pituba, Plataforma e Boca do Rio.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas