CPI dos respiradores vem tirando o sono de Rui Costa 

alô alô política
26.11.2021, 11:50:00

CPI dos respiradores vem tirando o sono de Rui Costa 

Leia a coluna na íntegra

O sono dos (in)justos      

(Foto: Divulgação)

A CPI da Covid do Rio Grande do Norte, que investiga o caso dos respiradores, tem literalmente tirado o sono do governador Rui Costa (PT). Fontes do Palácio de Ondina revelaram que o petista tem tido dificuldades para dormir diante do avanço das investigações e da dimensão em termos de visibilidade que vem ganhando o trabalho conduzido por deputados potiguares. Para completar, cresceu um rumor de que a Polícia Federal prepara uma operação que deve atingir em cheio os supostos responsáveis pelo esquema, alguns deles ligados ao Governo da Bahia. Embora Rui diga que defende a apuração, aliados admitem que o governador baiano anda muito preocupado. 

No rastro do dinheiro 

Apesar de Rui tentar se isentar, o fato é que, segundo integrantes da CPI, pelo menos metade dos R$ 50 milhões, que foram pagos pelos estados do Nordeste e não foram devolvidos, foram destinados para propina a agentes públicos e estão agora nos bolsos de alguém. Com base em documentos sigilosos, os deputados que participam da comissão querem construir o caminho do dinheiro para identificar para onde foram os recursos desviados. Garantem ainda que os empresários que participaram do "negócio" estão doidos para abrir a boca e fazer delação, mostrando detalhadamente o caminho do dinheiro. Vai ser um Deus nos acuda! 

Manda mais 

Pelo que tem sido apontado até o momento, o ex-secretário Bruno Dauster é considerado o principal agente público operador do esquema. Segundo integrantes da CPI, ele teria pedido à Hempcare, empresa contratada para entregar os respiradores, para aumentar o valor do contrato e, assim, "crescer o bolo" da propina. Dizem ainda que o contrato foi feito somente para desviar recursos, uma vez que cláusulas de garantia foram retiradas. 

Menino travesso 

Além do ex-secretário Bruno Dauster, um dos alvos das investigações é uma figura com forte ligação com o senador Jaques Wagner (PT). Ele é considerado um importante intermediário na negociação feita entre o Consórcio Nordeste e as empresas que seriam responsáveis pela entrega dos respiradores. O cidadão já está no radar da CPI.  

Presente indigesto 

O relatório final da CPI deve ser apresentado e votado até meados de dezembro e, pouco antes do Natal, vai ser entregue à Procuradoria Geral da República (PGR). Líderes da comissão potiguar dizem que o presente de Papai Noel não vai ser nada agradável para os integrantes do Consórcio Nordeste, em especial aos baianos.  

CPI na Bahia 

Enquanto isso, deputados governistas na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) estão preocupados com a possibilidade de abertura de uma CPI no estado. Nas últimas semanas, alguns deputados da Oposição começaram a fazer sondagens sobre a criação de uma comissão para investigar o caso dos respiradores, uma vez que a Bahia está no centro das investigações. O movimento tem crescido e já ganha adeptos até mesmo entre parlamentares que, por enquanto, são aliados de Rui Costa. Se de fato uma CPI for aberta, o bambu vai gemer para a turma de Rui e Wagner. 

Visita 

Nesta semana, inclusive, um grupo de deputados estaduais da oposição foi ao Rio Grande do Norte para uma reunião com integrantes da CPI potiguar. Um deles revelou à coluna que voltou abismado com as informações e que o esquema é mais grave do que se imagina.  

Virado na P 

Um experiente deputado federal do PT tem soltado cobras e lagartos contra o governador Rui Costa. O parlamentar havia se comprometido a votar em Arthur Lira (PP) na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados e iria ganhar emendas extras, mas mudou o voto para Baleia Rossi (MDB) a pedido de Rui, que prometeu compensar com investimentos em bases do petista. Resultado: até agora nada para o deputado, que não tem escondido sua insatisfação.  

Proeza 

O líder do governo na ALBA, Rosemberg Pinto (PT), tem degradado gregos e troianos na CPI da Coelba, que ainda não emplacou no Legislativo. O petista quer emplacar presidência e relatoria do colegiado com deputados governistas, o que gerou revolta na oposição, que já ameaça retirar apoio ao colegiado. Até mesmo o deputado Tum (PSC), governista e autor do pedido de abertura da investigação, não está satisfeito e anda reclamando do desequilíbrio e teme uma perda de credibilidade da CPI. Vale recordar, dizem oposicionistas, que foi Rosemberg que propôs uma reunião a portas fechadas com a Coelba, ideia que foi refutada por Tum e pela oposição.  

O dia D 

O evento que vai oficializar, na próxima quinta-feira (2), a pré-candidatura do ex-prefeito de Salvador ACM Neto (Democratas) ao governo do estado tem movimentado os bastidores da política do estado. O encontro, que deve reunir representantes de todas as 417 cidades da Bahia, terá a presença de integrantes dos partidos da base aliada de Neto. Também são esperadas algumas surpresas - leia-se: políticos que ainda não declararam formalmente apoio a Neto. O que se comenta é que a lista dos que vão ao lançamento da pré-candidatura já é grande, mas é também considerável a relação dos querem, mas ainda não podem. “Ainda”, ressalta um cacique. 2022 promete! 

Reforços à vista 

O burburinho também está entre deputados hoje aliados ao PT. Uma influente deputada estadual de um dos maiores partidos da base, por exemplo, já não esconde sua insatisfação com o governo e pretende em breve migrar para o grupo de Neto. Outro deputado federal do PP já é dado como certo no lado do ex-prefeito da capital.  
 

A coluna Alô Alô Política é publicada às sextas, sempre ao meio dia, nos portais CORREIO e Alô Alô Bahia. Também pode ser conferida através do endereço www.aloalopolitica.com e do Instagram @aloalopolitica 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas