Criminosos arrombam mercado e furtam arroz no interior do Ceará

brasil
15.09.2020, 17:32:12
Atualizado: 15.09.2020, 17:44:17
(Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Criminosos arrombam mercado e furtam arroz no interior do Ceará

Ladrões arrombaram o portão do local e subtraíram o alimento e uma quantia em dinheiro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Civil do Ceará investiga um furto qualificado contra um estabelecimento comercial em Crateús, cidade no interior do Ceará. O crime ocorreu no último sábado (12), e os indivíduos subtraíram quilos de arroz e dinheiro. 

Conforme nota divulgada pela Polícia Civil, o caso foi noticiado por meio de um Boletim de Ocorrência (B.O). De acordo com o declarante, indivíduos arrombaram o portão do local e subtraíram o alimento e uma quantia em dinheiro. Diligências são realizadas no intuito de identificar os responsáveis. 

A Polícia Civil ressaltou que a população pode colaborar repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número (85) 98616-6699, que é o WhatsApp da Delegacia Regional de Crateús. 

Preço do arroz em alta
O arroz acumula uma alta de 19,25% em 2020 de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com Tereza Cristina, ministra da Agricultura, entre os motivos que levaram ao aumento do preço do produto está a concessão do auxílio emergencial e a mudança dos hábitos dos brasileiros, que passaram a se alimentar mais em casa por causa da pandemia do novo coronavírus.

*Matéria originalmente publicada em O Povo Online, parceiro do CORREIO pela Rede Nordeste

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas