Cruzeiros trarão quase 10 mil visitantes durante o Carnaval de Salvador

carnaval
16.02.2017, 06:57:00
Atualizado: 16.02.2017, 07:06:28

Cruzeiros trarão quase 10 mil visitantes durante o Carnaval de Salvador

Dois deles chegam do Rio de Janeiro com cerca de cinco mil pessoas

Durante o Carnaval, Salvador receberá 9.231 turistas oriundos de navios de cruzeiro. Dois deles chegam do Rio de Janeiro com cerca de cinco mil pessoas. O Sea Princess é o primeiro a aportar no Terminal Marítimo do Comércio, no dia 24, retomando seu roteiro no fim da tarde, com destino a Fortaleza (CE).

Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO

Na terça-feira, último dia da folia, é a vez do Sovereign, também vindo da capital carioca, e do Preziosa, trazendo o maior número de passageiros do período: 4.363 pessoas. Eles pernoitam em Salvador, seguindo viagem para Búzios (RJ) apenas no dia 1º de março.

A temporada de cruzeiros teve início em outubro de 2016 e segue até abril, quando 155 mil passageiros terão desembarcado de 20 navios oriundos de diversas partes do Brasil e do exterior.

“Geralmente, o turista que chega a Salvador em cruzeiros para este período adquire junto ao hotel um pacote completo, associando a rápida estadia na cidade com participação em blocos e camarotes. Ainda assim, a Secult elaborou, em parceria com a gestão do Terminal Marítimo, um receptivo para orientar essas pessoas sobre a folia, mas sem deixar de lado a chance de apresentar um roteiro alternativo, principalmente para casais, idosos e famílias”, diz o secretário Cláudio Tinoco.

Ainda segundo ele, o turista que vem para o Carnaval fica um tempo curto na cidade. “É a partir da boa recepção que passam a ter a cidade como opção para uma nova visita, esta mais demorada, para aproveitar ainda mais o que Salvador tem a oferecer”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas