Dado explica troca de Teixeira por Danilo: 'Experiência e voz ativa'

e.c. bahia
29.07.2021, 00:43:00
Danilo Fernandes, no fundo, barrou Matheus Teixeira e assumiu condição de titular do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Dado explica troca de Teixeira por Danilo: 'Experiência e voz ativa'

Treinador promoveu mudanças no gol do Bahia na derrota para o Atlético-MG

O Bahia que entrou em campo diante do Atlético-MG, na noite desta quarta-feira (28), no Mineirão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, teve uma escalação que o torcedor não está acostumado a ver. Pelo menos duas novidades chamaram a atenção dos tricolores.

A primeira delas veio no gol. Um dos destaques do Bahia na temporada, Matheus Teixeira perdeu a condição de titular e viu Danilo Fernandes assumir o posto. Ao final do jogo – que terminou com triunfo do time mineiro por 2x0 -, o técnico Dado Cavalcanti explicou a saída de Teixeira e afirmou que teve como motivação a experiência de Fernandes.

“A bastante tempo a gente pensava na contratação do Danilo. É um jogador experiente, que agregou muito ao nosso elenco, tem uma voz ativa, está acostumado a fazer grandes jogos. O Matheus Teixeira teve uma sequência muito importante, eu tive o cuidado de ter uma conversa com ele e mostrar o entendimento meu e da comissão técnica em relação ao trabalho que ele vem fazendo, só tenho elogios”, disse o treinador.

“Eu entendia que a entrada do Danilo Fernandes era importante hoje, um cara mais experiente, mais jogado, tem uma voz ativa que começa a incentivar os jogadores desde o vestiário, uma outra liderança que já vem fazendo parte do vestiário desde que chegou”, completou Dado.

Matheus Teixeira estava como titular do Bahia desde a semifinal da Copa do Nordeste. O goleiro foi o herói do tricolor no torneio, pegando pênaltis contra o Fortaleza e na final com o Ceará, garantindo o tetracampeonato ao Esquadrão. O jogador vinha tendo atuações seguras e entrou em campo pela última vez justamente contra o Atlético-MG, no último domingo (25), pelo Brasileirão.

A novidade foi no ataque. O garoto Ronaldo, do time de transição, entrou na vaga de Rodriguinho e foi titular na equipe principal pela primeira vez. Apesar de ter perdido uma boa chance no primeiro tempo, ele ganhou elogios do treinador.  

“Precisava de algumas mudanças, pelo lado esquerdo de um jogador de força, que pudesse sair no contra-ataque, segurar algumas bolas na hora que a gente fosse pressionado, escorar o Mariano e soltar a bola para os jogadores de meio. Acho que Ronaldo teve uma atuação boa, chance de gol no primeiro tempo. Foi para isso que a escalação dele foi pensada”, disse.

Já sobre a apresentação do tricolor, Dado elogiou a postura do time mesmo com a derrota por 2x0. Na visão do tricolor foi melhor do que no último domingo, quando perdeu para o mesmo Galo por 3x0. O que faltou foi ajustar a defesa. O Bahia agora vai ter que vencer o Atlético-MG por pelo menos três gols de diferença para se classificar no torneio, ou dois gols para levar a decisão para os pênaltis. 

“Acho que nós jogamos melhor esse jogo do que domingo, hoje chegamos mais à frente construindo. Tivemos uma chance clara no primeiro tempo, tivemos outras possibilidades, nos precipitamos em algumas finalizações. Tomamos dois gols muito parecidos. Conversamos sobre a importância de fechar o meio, fizemos com que eles mudassem a característica, mas infelizmente saiu o primeiro gol com uma bola que eles acharam por cima”, analisou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas