Dado projeta rodar elenco contra Ceará e cobra chegada de reforços

e.c. bahia
15.06.2021, 05:00:00
Dado Cavalcanti, técnico do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Dado projeta rodar elenco contra Ceará e cobra chegada de reforços

Por desgaste, Bahia deve ter mudança na escalação diante do alvinegro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Passada a derrota para o Internacional por 1x0, no domingo, o Bahia agora se prepara para o próximo compromisso no Brasileirão. Na quinta-feira (17), visita o Ceará, às 16h, no Castelão, em Fortaleza. E com novidade.

Diante da sequência de jogos que o time enfrenta, o técnico Dado Cavalcanti projeta mudanças na escalação. Apesar de ter praticamente todo elenco à disposição - Nino Paraíba deve receber efeito suspensivo nos próximos dias -, a preocupação do treinador é com o desgaste físico dos atletas. 

“Acho muito difícil repetir escalação. A nossa queda de performance é sim associada a número de jogos. Temos rodado pouco o elenco. Estamos com batida muito pesada, repetindo escalações”, explicou Dado logo após a partida contra o Inter.

Envolvido em cinco competições no ano, o tricolor conseguiu dar um alívio ao elenco principal por disputar o Campeonato Baiano com a equipe de transição. Mesmo assim, o ritmo é frenético. O time entrou em campo seis vezes nos últimos 18 dias. Ou seja, uma a cada três dias.

Pesa também o fato de que, por causa da pandemia, o calendário de 2021 foi emendado com o fim das competições de 2020 e, com isso, as equipes não tiveram pré-temporada. Diante desse cenário, Dado deixou no ar quais atletas devem ficar de fora da partida em Fortaleza.

Matheus Bahia, Conti, Patrick, Rodriguinho e Gilberto aparecem no radar dos que podem ser poupados pelo treinador.  O lateral esquerdo foi quem mais atuou na temporada, pois participou de todos os 24 jogos Bahia – com elenco principal. Na sequência aparecem o volante Patrick e o meia Rodriguinho, ambos com 23 partidas cada. A dupla foi titular todas as vezes em que esteve à disposição.

“Conti nunca fez tantos jogos sucessivos na carreira. Patrick não tem lastro assim, base não era assim. Matheus Bahia com dores no joelho, Rodriguinho perdeu um pouco mais de força, Gilberto e Rossi tiveram problemas durante a semana com resfriado. Tenho que ter muita atenção a isso porque daqui a pouco vamos perder jogos e jogadores ao mesmo tempo. Vão para campo aqueles que estiverem melhor no momento. Penso que dificilmente todos que estiveram em campo vão estar”, detalhou Dado.

Essa não é a primeira vez que o assunto calendário é discutido no clube. Artilheiro do tricolor com 13 gols, o atacante Gilberto já afirmou publicamente que a quantidade de jogos tem atrapalhado o seu rendimento. O camisa 9 chegou a ser poupado na derrota por 4x2 para o Torque, pela Copa Sul-Americana, e na vitória por 1x0 sobre o Vila Nova, pela Copa do Brasil, em que começou no banco.

“Acho que todos os jogadores do Bahia em algum momento vão sentir. Por estar jogando na frente e ter um momento de estabilidade no clube, em alguns momentos você que tem que pedir para descansar para que no próximo jogo esteja bem. Quem conhece o corpo mesmo é o atleta. Não adianta dizer que está bem e no campo não render”, explicou o centroavante.
 

Cobertor curto

Apesar da promessa de revezar o elenco, Dado Cavalcanti não esconde que o grupo possui lacunas. Contratados neste ano, jogadores como Ruiz, Maycon Douglas, Jonas e Galdezani ainda não engrenaram. A fragilidade das laterais também é um ponto de preocupação, escancarado após a punição de Nino Paraíba. 

O treinador diz que mantém conversas sobre reforços com a diretoria e que novidades podem surgir em breve. “Não é por hoje, não vai ser por ontem nem por amanhã. Conversas acontecem há bastante tempo. Esperamos chegada de reforços, quem sabe nas próximas semanas, até o final do mês, a gente tenha notícias positivas para reforçar ainda mais o grupo porque o campeonato é longo”, afirmou.

Jogadores que mais atuaram pelo Bahia na temporada 2021:

Matheus Bahia: 24 jogos
Patrick: 23 jogos
Rodriguinho: 23 
Daniel: 22 jogos
Gilberto: 21 jogos
Rossi 20 jogos
Thaciano: 18 jogos
Conti: 18 jogos
Renan Guedes: 18 jogos (10 pelo time principal e 8 no transição)
Nino Paraíba: 17jogos

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048