De volta, Maurício Ramos evita escolher dupla ideal para zaga

e.c. vitória
22.09.2020, 19:19:00
Atualizado: 22.09.2020, 19:19:23
"Creio que, com esse grupo, vamos chegar longe", diz Maurício Ramos (Foto: Letícia Martins/EC Vitória)

De volta, Maurício Ramos evita escolher dupla ideal para zaga

"Vai ter uma briga sadia, onde os jogadores agregam para o crescimento do grupo", disse o capitão do Vitória

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O zagueiro Maurício Ramos ficou afastado por quatro rodadas da Série B, em tratamento por lesão muscular. Durante esse período, João Victor e Wallace formaram a dupla que atuou nas partidas do Vitória. Agora, o capitão rubro-negro está recuperado e apto a jogar no duelo contra o Oeste. Os dois titulares ainda serão escolhidos pelo técnico Bruno Pivetti, mas, para o defensor, todos os atletas são opções válidas.

"O Vitória tem quatro ou cinco bons zagueiros. Eu, Wallace, João Victor, Gabriel Furtado, que entrou e deu conta do recado. Quem o professor escolher vai estar preparado. Vai ter uma briga sadia, onde os jogadores agregam para o crescimento do grupo. Isso é o mais importante para a equipe, não ter vaidade. Quem jogar, qual dupla... Todos estão preparados. Eu creio que, com esse grupo, vamos chegar longe", disse Maurício Ramos.

A partida contra o Oeste está marcada para sábado (26), às 16h30, no Barradão, pela 11ª rodada da Série B. O rival é o lanterna da competição com apenas seis pontos em dez jogos feitos. O capitão, porém, não quer que o Leão se acomode e pede concentração.

"Claro que o Vitória tem que respeitar o Oeste. Mas a gente tem que fazer nosso fator casa. O time vem jogando muito bem dentro de casa, onde a força do Vitória é inexplicável. Onde coloca o adversário lá atrás. Mas com certeza nossa equipe vai respeitar e fazer nosso melhor. Entrarmos concentrados para que possamos sair com a vitória dentro de casa", afirmou.

Maurício Ramos foi um dos jogadores que voltaram a ficar à disposição neste período de 11 dias sem jogos do Vitória. Para ele, essas quase duas semanas serviram não só para recuperar atletas que estavam lesionados como para acertar erros passados.

"Deu para corrigir muitas coisas, principalmente para os jogadores que saíram do departamento médico, como é meu caso, estou pegando ritmo de jogo. O professor corrigiu bastante coisa nessas duas semanas. Estamos focados para a partida contra o Oeste. Espero que possamos fazer um grande jogo e possamos buscar a vitória aqui dentro de casa".

Nos últimos quatro jogos, o Vitória sofreu cinco gols. Segundo Maurício Ramos, esse foi um dos problemas que chamaram a atenção do técnico Bruno Pivetti e que vem sendo trabalhado.

"Não só a defesa, mas o time todo. Nós temos um sistema tático em que sofremos menos, principalmente os defensores. Agora, tivemos duas semanas para trabalhar, tanto a parte ofensiva quanto a defensiva também, para que possamos voltar a criar nossa característica, que foi desde o início do ano, uma defesa forte, com ataque que chega fácil na frente. Então, o professor está corrigindo muitas coisas. Agora, no jogo contra o Oeste, o time entrará bem focado e bem estruturado para não sofrer gols".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas