'Demanda será grande', diz pró-reitora da Ufba sobre auxílio digital

bahia
26.08.2020, 05:30:00
(Arquivo CORREIO)

'Demanda será grande', diz pró-reitora da Ufba sobre auxílio digital

Universidade lançou editais para auxiliar alunos com R$ 70 mensais para acesso à internet e R$ 800 para compra de equipamentos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) vai disponibilizar para estudantes da instituição auxílio mensal de R$ 70 para acesso à internet e de R$ 800 para aquisição de equipamentos eletrônicos para que eles possam cursar o Semestre Letivo Suplementar 2020, que começa em 9 de setembro. Segundo a universidade, 2 mil estudantes serão contemplados por seis meses com o auxílio mensal para acesso à internet e mil estudantes vão receber o auxílio para a aquisição de equipamentos.

A pró-reitora de Assistência Estudantil e Ações Afirmativas (Proae), Cássia Virgínia Bastos, afirma que a universidade até gostaria de oferecer mais, mas a instituição só tem condições de se comprometer com esse volume de recursos e beneficiados. O mesmo aluno pode participar dos dois editais.

“Estamos cientes de que a demanda será maior e precisaremos criar um cadastro reserva, podendo ampliar se tivermos recomposição de nosso orçamento pelo Ministério da Educação (MEC). Reunimos tudo que temos de orçamento disponível para colocar nessas duas ações", disse a pró-reitora.

Ela afirmou ainda que o MEC fez uma licitação junto à Rede Nacional de Pesquisa (RNP) para contratar fornecedores de pacotes de dados. Na segunda etapa, as empresas Oi e Claro foram selecionadas para fazer o serviço que 'pode vir a cobrir 12 mil estudantes com a entrega de um chip com dados móveis'. No entanto, esse serviço ainda não estará disponível quando o Semestre Letivo Suplementar começar e, por isso, a Ufba buscou outra alternativa.

Requisitos
O benefício só será concedido para estudantes da Ufba com renda familiar média de até 1,5 salário mínimo. Para concorrer a uma das vagas é preciso fazer a inscrição, que começa nessa sexta-feira (28) e vai até o dia 4 de setembro, no site da Proae.

Nos dois editais, será requerida comprovação de renda através de declarações emitidas por órgãos governamentais, bem como a existência de conta bancária aberta em nome do estudante para recebimento do benefício.

A solicitação poderá ser feita apenas por estudantes matriculados no Semestre Letivo Suplementar e, segundo a Proae, a lista final dará preferência aos estudantes em situação de vulnerabilidade. Cássia Virgínia também explicou que outros critérios internos serão adotados para a seleção.

“Levamos em consideração o estágio que o estudante está no curso, o número de disciplinas que o estudante pegou, se já recebe algum tipo de auxílio estudantil, se o equipamento é fundamental para o curso que está fazendo no semestre. Por exemplo, um estudante que precisa de máquina com um software específico usado em aula”, aponta.

Uma das exigências é que os estudantes providenciem abertura de conta corrente em qualquer banco. A conta precisa estar no nome do aluno e não são aceitas contas fácil ou poupança. A prestação de contas tem prazo de 45 dias contados a partir do recebimento do auxílio.

Ainda segundo Cássia Virgínia, os estudantes estão livres para usar os R$ 800 da maneira que julgarem: seja para subsidiar parte de um computador novo ou o valor inteiro de um aparelho como tablet ou celular que suporte o Novo Moodle, plataforma que será utilizada majoritariamente pela universidade para as aulas remotas.

A pró-reitora observa ainda que as ações de inclusão digital voltadas ao semestre suplementar poderão ser ampliadas. Estão em estudo a criação de espaços para que os estudantes possam acessar computadores e internet nos campi da Ufba, bem como a possibilidade de acesso a máquinas e redes em campi de universidades federais e estaduais baianas parceiras, entre outras ações – desde que haja condições sanitárias minimamente seguras, no quadro da pandemia.

O semestre suplementar começará antes do resultado dos editais ser publicado. “Sobre o prazo, é uma dificuldade que nós temos porque essas estratégias são para quem está matriculado no semestre. A logística de pagamento só é possível depois que o estudante está matriculado e não temos como antecipar para que o estudante chegue ao início do semestre já com esse valor em mãos", explicou a pró-reitora.

Outras universidades
Na Bahia, a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) foi pioneira nesse tipo de iniciativa. Ela ofereceu auxílio de R$ 80, que serão pagos durante seis meses para estudantes em situação de vulnerabilidade. O resultado preliminar do edital foi publicado no último dia 21 e contempla até mil estudantes da instituição.

“O número de auxílios ainda não atinge todos os alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica, mas já é um passo em direção à inclusão digital de nossa comunidade estudantil”, afirmou a professora Sandra Nivia Soares, pró-reitora de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis.

No mês passado a Universidade de Brasília (UnB) lançou um edital ofertando cinco modalidades de auxílio: empréstimo de equipamento, doação de equipamento, auxílio complementar para acesso a equipamento eletrônico com funcionalidades de computador pessoal, auxílio para aquisição de chip para acesso à internet e inserção em pacote de dados móveis para acesso à internet – este último disponibilizado pelo MEC.

O auxílio equipamento da UnB é de R$1,5 mil enquanto o destinado para a aquisição do pacote de dados durante 6 meses é de R$160. Paralelo a isso, a UnB fez uma campanha de doação de equipamentos como tablets, celulares ou computadores que estivessem em desuso por qualquer pessoa que pudesse fazer esse ato de solidaridade. Toda a logística aconteceu por meio de um aplicativo onde o doador informava o tipo de aparelho que disponibilizaria além de agendar um dia para entregá-lo dentro do campus da Universidade para evitar aglomerações.

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) adotou um modelo semelhante. O edital da Universidade mineira teve quatro chamadas: a primeira para um auxílio de R$1,5 mil que assegurasse a compra de equipamentos.

A segunda delas para contratação de pacote de dados, que variava de acordo com a situação de vulnerabilidade do estudante. Neste caso, a UFMG fez a separação de assistidos em nível 1, que recebem R$100 por mês e R$80 para os classificados com o nível 2.

A terceira chamada aconteceu para o empréstimo de computadores da própria universidade e por fim a quarta chamada teve como objetivo atender especificamente estudantes de graduação que possuem algum tipo de deficiência.

Confira o calendário dos dois editais


1. Edital de apoio para acesso à Internet (R$ 70 mensais durante até 6 meses)
Publicação do edital: 25/08/2020
Inscrição via formulário online: 28/08 a 04/09/2020
Resultado preliminar da seleção: 11/09/2020
Interposição de recursos do resultado preliminar: 12 a 14/09/2020
Resultados dos recursos do resultado preliminar: 15/09/2020
Resultado final: 15/09/2020
Prazo final para apresentação dos dados bancários: 17/09/2020

2. Edital de compra de equipamentos (R$ 800)
Publicação do edital: 25/08/2020
Inscrição via formulário online: 28/08 a 04/09/2020
Resultado preliminar da seleção: 16/09/2020
Interposição de recursos do resultado preliminar: 17 e 18/09/2020
Resultados dos recursos do resultado preliminar: 22/09/2020
Resultado final: 22/09/2020
Prazo final para apresentação dos dados bancários: 24/09/2020
Prazo final para prestação de contas: 45 dias a partir do recebimento do auxílio

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas