Desafio em dobro: como a pandemia afetou a vida de crianças atípicas

salvador
07.03.2022, 12:00:00

Desafio em dobro: como a pandemia afetou a vida de crianças atípicas

Podcast discute educação para crianças com deficiência na pandemia

O projeto Infâncias Atípicas é um especial de reportagens sobre os efeitos da pandemia de Covid-19 na primeira infância de crianças atípicas em São Paulo e na Bahia.

A partir dos relatos de mães, crianças e da análise de especialistas, abordamos como o isolamento social e o fechamento de escolas e centros de terapia impactaram o desenvolvimento de crianças autistas, down, surdas, com microcefalia e doença rara.

O 39º episódio do O Que a Bahia Quer Saber convidou as repórteres Carla Bittencourt (@carlapb1) e Mariana Della Barba (@marianadb), que que ficaram à frente da série de reportagens, para contarem os bastidores da produção do especial ao longo do ano de 2021. Para as jornalistas, se torna cada vez mais importante debater a educação na primeira infância e o impacto dela para a formação dessas crianças.

Clique no player abaixo para ouvir o episódio do O Que a Bahia Quer Saber:

Você também pode ouvir em outros aplicativos (veja abaixo)

O programa também ouviu Maria Karina de Andrade, moradora de Euclides da Cunha, interior da Bahia, e que foi personagem de uma das reportagens. Ela é mãe de Antônia, uma criança de cinco anos que foi diagnosticada com Langer-Giedion, síndrome rara que causa deficiências físicas e cognitivas, e depois recebeu o diagnóstico de autismo.

A mãe relata de que forma a pandemia e o isolamento social impactaram na rotina da família e quais alternativas foram tomadas para que Antônia seguisse recebendo estímulos sociais e educativos, que contribuem para sua formação. Essa é apenas uma das quatro histórias contadas no Infâncias Atípicas.

Já Matheus Wisdom, é psicopedagogo e trabalha na APAE, em Salvador. Ele relata quais as principais dificuldades enfrentadas pelas famílias nos últimos anos e conta como o trabalho da instituição contribui para o desenvolvimento das crianças.

A produção é de Carla Bittencourt, Mariana Della Barba e Vinícius Harfush. Com narração e edição de Vinícius Harfush

Toda semana, você tem no podcast O Que a Bahia Quer Saber uma matéria especial em formato de áudio. Um mergulho em algum tema de relevância para o estado. Você poderá acessar os episódios aqui mesmo no site do Correio* no seu aplicativo favorito de podcasts: no Spotify, no Deezer, no Anchor, no Google Podcasts ou no Apple Podcasts.

Você também pode ouvir nos aplicativos de sua preferência:


Spotify:

Para ouvir diretamente no Spotify, clique aqui.


Apple Podcasts:

Para ouvir diretamente no Apple Podcasts, clique aqui.


Castbox:

Para ouvir diretamente no Castbox, clique aqui.


Deezer:


Para ouvir diretamente no Deezer, clique aqui.


Google Podcasts:


Para ouvir diretamente no Google Podcasts, clique aqui.


Outros aplicativos


Para ouvir no Stitcher, clique aqui.

Para ouvir no Pocket Casts, clique aqui.

Para ouvir no Breaker, clique aqui.

Para ouvir no Radio Public, clique aqui.


Mas... O que é "podcast"?

Podcast é um programa de áudio, igualzinho a um de rádio. A diferença é que você pode ouvir quando, como e onde quiser. Pode ser no celular, no computador ou na TV. Se quiser, você pode pausar, voltar, adiantar ou pular os trechos, se preferir.

Para ouvir, basta tocar no player acima. Ou, se preferir, basta clicar nos links para ouvi-lo no Spotify, no Deezer, no Apple Podcasts ou no Google Podcasts. Também é possível buscar os episódios diretamente nos aplicativos.

O Que a Bahia Quer Saber

O CORREIO produz podcasts desde 2017, quando iniciou o Bate-Pronto Podcast, sobre futebol baiano. Em 2020, lançamos o O Que a Bahia Quer Saber, podcast diário com notícias relevantes para o estado.

Em 2021, o O Que a Bahia Quer Saber volta com formato especial: a cada semana, o leitor (e ouvinte!) terá uma matéria especial, com o padrão do CORREIO de jornalismo, porém explorando toda a riqueza que o áudio pode trazer.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas