Destaque na base, Hélio Jr pode ser novidade do Bahia contra Ceará

e.c. bahia
04.12.2020, 05:00:00
Hélio Júnior foi convocado para os treinos e pode suprir necessidade na lateral esquerda (Reprodução/Instagram )

Destaque na base, Hélio Jr pode ser novidade do Bahia contra Ceará

Além do lateral, zagueiro Patrick e meia João Vitor foram promovidos do sub-20

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os dias da comissão técnica do Bahia na Cidade Tricolor têm sido de reflexão e busca por soluções para montar o time que entra em campo sábado (5), contra o Ceará, na Fonte Nova, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo começa às 19h. 

Por conta de lesões e atletas infectados por covid-19, o Esquadrão tem sofrido com os desfalques nas últimas partidas. A defesa é o setor mais castigado atualmente.

Para se ter uma ideia, os três laterais esquerdos do grupo principal - Juninho Capixaba, Zeca e Matheus Bahia -  estão fora do embate diante dos cearenses. Na zaga, apenas Juninho e Ernando estão garantidos até agora. Everson, que foi reintegrado ao time, voltou a treinar com a equipe na semana passada e ainda não está 100% fisicamente. 

Diante do cenário, a saída encontrada pela comissão técnica foi recorrer aos atletas das divisões de base. Durante a reapresentação do elenco após o retorno da Argentina, ontem, três caras novas marcaram presença na atividade. O lateral esquerdo Hélio Júnior, o zagueiro Patrick e o meia-atacante João Vitor, que fazem parte da equipe sub-20.

Do trio, o mais cotado para começar entre os titulares é Hélio, já que o time não pode contar com Capixaba e Zeca, isolados por conta da covid, e Matheus Bahia, que sofreu uma torsão no tornozelo no empate em 0x0 com o Unión. 

DESTAQUE NO SUB-20
Aos 20 anos, Hélio chegou ao Bahia no início deste ano após passagens por Atlético-MG e Portimonense, de Portugal. Ele vem sendo um dos destaques do sub-20 no Brasileirão da categoria. Ao todo, foram 19 jogos e três gols marcados.

Com boa técnica e presença no campo ofensivo, chegou a ser deslocado e vinha atuando como meia nos últimos jogos, tendo, inclusive, recebido a camisa 10.

Já Patrick também tem 20 anos e está no primeiro ano de Bahia. Chegou do Palmeiras. Apesar de ser zagueiro de origem, tem sido escalado como volante e balançou as redes três vezes no sub-20. Já João Vitor é o mais novo dos três, com só 17 anos.

“Lógico que a gente nunca gosta de ter desfalques, ainda mais jogadores saindo doentes por covid-19 ou lesões. Mas também sabemos que temos um grupo forte, nossa diretoria fez boas contratações para isso, para quando um não puder jogar, o outro manter a qualidade no grupo. Tenho certeza que isso vai continuar acontecendo, quem entrar vai ter a mesma qualidade e o time vai ser forte”, avaliou o meia Daniel.

Além da defesa, pelo menos uma disputa está aberta também no ataque. Élber foi outro que saiu machucado durante o jogo pela Sul-Americana e dificilmente terá condições de entrar em campo com o Ceará.

Como Clayson está suspenso, Fessin e Alesson brigam pela vaga ao lado de Rossi e Gilberto. O Bahia tem ainda outras duas peças no setor ofensivo que ainda não estrearam. Enquanto o centroavante Gabriel Novaes ficou no banco nos dois jogos contra o Unión, o meia-atacante colombiano Juan Pablo Ramírez tem intensificado a forma física no CT e vive a expectativa de ser relacionado pela primeira vez.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas