Dia de decisão: Bahia encara o Azuriz por vaga nas oitavas da Copa do Brasil

e.c. bahia
10.05.2022, 05:00:00
Marco Antônio é uma das armas do Bahia para furar a defesa do Azuriz (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Dia de decisão: Bahia encara o Azuriz por vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Tricolor entra em campo nesta terça-feira (10), às 20h30, em Pato Branco-PR

O futuro do Bahia na Copa do Brasil vai ser decidido nesta terça-feira (10), a partir das 20h30. O Esquadrão enfrenta o Azuriz, no estádio os Pioneiros, em Pato Branco, no Paraná, no jogo de volta da terceira fase. Quem avançar garante vaga nas oitavas de final.

Como empatou por 0x0 na primeira partida, disputada na Fonte Nova, o Bahia precisa vencer para conquistar a classificação no tempo normal. Novo empate, por qualquer placar, leva a decisão para os pênaltis. 

Por isso, o técnico Guto Ferreira sabe que vai ter que partir para o ataque. A preocupação está na estratégia de jogo do adversário.

Assim como no encontro de ida, Guto acredita que a tendência é que o Azuriz monte um bloqueio reforçado no campo de defesa para dificultar as ações ofensivas do Bahia. Diante do cenário, o treinador aproveitou a semana livre para tentar criar soluções para quebrar as linhas do rival.

“O professor Guto vem trabalhando bastante essa parte ofensiva de poder construir situações de gol apesar da equipe adversária estar muito fechada. O nosso desempenho vem sendo muito bom. A tendência é de que as equipes venham jogar contra nós fechadas, mas se Deus quiser vamos colocar isso em prática contra o Azuriz e vamos sair com o triunfo”, afirma o zagueiro Luiz Otávio.

O time entra em campo hoje com um novo trio de ataque. Rildo, autor de dois gols na goleada sobre o Londrina, não pode jogar porque já atuou na Copa do Brasil pelo Grêmio. Sem Raí Nascimento, que passou por cirurgia na mão, o mais cotado para ficar com a vaga é Vitor Jacaré.

“Tem que ser intenso, tentar ao máximo romper a barreira que eles fazem. A gente vem trabalhando a semana toda para romper a barreira deles, que é bem sólida. Creio que com muito empenho, muita força de vontade, a gente consegue essa classificação”, completa Luiz Otávio.

Além de Rildo, o volante Emerson Santos e o zagueiro Didi, que jogaram a Copa do Brasil por Botafogo-SP e Ferroviária, respectivamente, também estão fora. Machucados, Lucas Mugni e Rodallega completam a lista de desfalques. 

Prêmio de R$ 3 milhões
Além do ganho esportivo e moral que a classificação às oitavas de final pode dar ao time, passar de fase significa também um reforço nas finanças. A premiação para quem avançar de fase é de 
R$ 3 milhões.

Como pulou os dois primeiros mata-matas e só entrou na disputa na terceira fase - por ter sido campeão do Nordestão do ano passado -, o Bahia recebeu apenas uma cota de participação, de R$ 1,9 milhão.

Pelo planejamento orçamentário apresentado pelo clube para a temporada, a meta é avançar pelo menos uma fase na Copa do Brasil, o que garantiria no mínimo R$ 4,9 milhões em premiações.

Vale destacar que o Bahia tem passado por um momento financeiro complicado desde o rebaixamento à Série B, no final do ano passado. Com a queda, o clube estima que terá um prejuízo de cerca de R$ 113 milhões.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas